• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2008.tde-11062010-101535
Documento
Autor
Nome completo
Elisa Pinheiro de Freitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Suzuki, Julio Cesar (Presidente)
Bombardi, Larissa Mies
Santos, Rosselvelt José
Título em português
Agricultura camponesa no território do agronegócio: um estudo sobre os sem terra de Serra Azul e Ribeirão Preto (SP)
Palavras-chave em português
Agricultura camponesa
Agricultura capitalista
Identidade
Movimentos sociais
Território
Resumo em português
Este trabalho trata da formação do assentamento Sepé Tiaraju entre os municípios de Serrana e Serra Azul e dos desdobramentos da luta pela terra na região de Ribeirão Preto. Nesse sentido, o objetivo foi demonstrar a recriação da agricultura camponesa numa área na qual a expansão da agricultura capitalista tornou-se dominante. Entretanto, com a atuação das agências de mediação da luta pela terra, como a FERAESP, MST e MLST, os assentamentos de reforma agrária constituem uma nova forma de uso do território. Esta pesquisa também privilegiou como se deu a construção de uma identidade positiva dos trabalhadores rurais Sem Terra que ao tornarem-se camponeses assentados conquistaram não apenas a terra de trabalho, mas uma identidade marcada pela dignidade e pela consciência dos direitos. Desse modo, as agências de mediação, ao mobilizarem, organizarem e formarem os trabalhadores rurais Sem Terra, favoreceram a superação dos estigmas sociais pelos quais esses trabalhadores eram marcados. Por fim, discutimos os dilemas que a agricultura camponesa enfrenta quando adentra o circuito mercantil e financeiro, ou seja, a sujeição ao capital comercial e financeiro. Desse modo, os camponeses assentados, mesmo com a posse da terra, continuam a enfrentar as imposições do mercado. Mas, a pesquisa mostra que a despeito da sujeição da renda da terra ao capital, os camponeses assentados tem assegurado a reprodução de uma agricultura de caráter camponês na área de agricultura capitalista ou no território do agronegócio.
Título em inglês
Pastoral agricultural in the agrobusiness territory: a study on rural workers Sem Terra in Serrana and Serra Azul counties (SP)
Palavras-chave em inglês
Capitalist agricultural
Identity
Pastoral agricultural
Social moviments
Territory
Resumo em inglês
This research deals with arrangement of Sepé Tiaraju settlement among Serrana and Serra Azul countys and the development of the fight for the land in Ribeirão Preto s region. In this sense, the objective was to demonstrate the pastoral agricultural recreation in a area that the expansion of the capitalist agricultural became dominate. Meanwhile, with the measurement agency performance of the fight for the land as FERAESP, MST and MLST the settlements of the agrarian reform constitute a new form of the territory usage. This research also favoured how was the process of the building of a positive identity of the rural workers sem terra when became rural setted accomplished not only the land for the work, but a identity marked by the dignity and conscience rights. This way, when the measurement agency organized and formed the rural workers sem terra it favoured the social stigma difficulty, that they were market. In short, we discuss the dilemmas that the pastoral agricultural faces when entersides the mercantile and financial circuit, that is, the subjection to the commercial and financial capital. This way, the settled rural, even with the ownership of the land, they continue to face the trade imposition. Yet, the research shows, in spite of, the income subjection from the land to the capital the settled rural have been asserted the reproduction of an agricultural with rural character related to the area of capitalism agricultural or in the agrobusiness territoriy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-06-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.