• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2010.tde-20102010-121444
Documento
Autor
Nome completo
Lucia Cavalieri
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Marques, Marta Inez Medeiros (Presidente)
Alves, Francisco José da Costa
Heidemann, Heinz Dieter
Oliveira, Ariovaldo Umbelino de
Thomaz Junior, Antonio
Título em português
Migração e reprodução social: tempos e espaços do cortador de cana e de sua família
Palavras-chave em português
Camponês-migrante
Migração
Práticas cotidianas
Produção de agrocombustíveis
Vale do Jequitinhonha
Resumo em português
Esta pesquisa tem por objetivo entender como ocorre o processo contraditório da reprodução social das comunidades rurais à luz de uma análise das práticas cotidianas e das estratégias de reprodução social da família do migrante, cortador de cana do Vale do Jequitinhonha. Os homens migrantes vivem ora mais próximos da condição camponesa, ora sorvidos como proletários na cana. Não se realizam plenamente em nenhuma das duas condições. No território da cana estão proletários; no território camponês não têm mais terras para o trabalho e a família não conta com os homens em suas práticas cotidianas. Esses camponeses-migrantes encontram-se na margem. A pesquisa de campo se realizou em duas comunidades rurais: Alfredo Graça e Engenheiro Schnoor localizadas no município de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha. Estas comunidades têm algumas características comuns: a migração dos homens para o corte de cana em São Paulo e uma série de custos imputados à família, em especial às suas mulheres. Nosso interesse consiste em entender como esse sujeito, na condição de camponês-migrante, perdura no tempo e quais são as fissuras que essa condição provoca em sua família e em seu território.
Título em inglês
Migration and social reproduction: the time and space of the cane cutter and his family
Palavras-chave em inglês
Agrofuel production
Day-to-day practices
Jequitinhonha Valley
Migration
Peasant-migrant
Resumo em inglês
This research aims to understand how does the contradictory process of social reproduction occurs, by means of analysing day-to-day practices and the social reproduction strategies of the migrant sugarcane harvesters family living at Jequitinhonha Valley. The migrant men live sometimes closer to peasantry condition, and sometimes absorbed as sugarcane proletarians. They do not live fully in neither of those conditions. At sugarcane territory they live a proletarian condition, although at peasants territory they do not have land for working any more and their family can not count on them for day-to-day practices. These peasants-migrants are at the margin. The fieldwork was done at two rural communities: Alfredo Graça and Engenheiro Schnoor, located at Araçuaí, MG, in the Jequitinhonha valley. These communities have some commom features: the mens migration for sugarcane harvest at São Paulo and a number of costs imposed to their families, particularly to their wives. We focus on understanding how this subject, in a peasant-migrant condition, persists in time and wich are the fractures that this condition produces to his family and his territory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-10-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.