• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.8.2008.tde-27112008-173253
Documento
Autor
Nombre completo
Maria da Conceição Araujo Castro
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2008
Director
Tribunal
Heidemann, Heinz Dieter (Presidente)
Costa, Wanderley Messias da
Oliveira, Ariovaldo Umbelino de
Povoa Neto, Helion
Toledo, Carlos de Almeida
Título en portugués
Mobilização do trabalho na Amazônia. O oeste do Pará entre grilos, latifúndios, cobiças e tensões
Palabras clave en portugués
capital
mercadoria
Mobilização
terra
trabalho
violência
Resumen en portugués
Esta tese analisa a mobilização dos trabalhadores rurais no oeste do Estado do Pará, município de Santarém, que ocorre em função do processo de desenvolvimento das atividades produtivas em curso, tais como a extração da madeira, a pecuária e a produção de grãos (agronegócio). Na maioria das vezes, a realização dessas atividades tem como processo antecedente a grilagem das terras públicas, momento em que são utilizados mecanismos ilícitos e contundentes de apropriação privada dessas terras, tais como a utilização de documentos falsos, intimidação e violência. Os confrontos com as populações rurais que já habitavam há muito tempo àquela região, até mesmo por gerações, têm sido inevitáveis e em função disso, as tensões são constantes. A extração da madeira e a pecuária são atividades que já vinham sendo desenvolvidas naquele município desde antes, mas que ganharam impulso com chegada do agronegócio, a partir de 1997. A terra que também se transformou em mercadoria valorizada, além de ser meio de produção, está no centro dos problemas fundiários e dos conflitos no campo. O Estado sempre foi uma presença marcante naquela região, em vários aspectos, entre os quais, o de colocar em prática os projetos desenvolvimentistas a partir da década de 70 do século passado e de criar as condições para a realização dos projetos agropecuários. Esses empreendimentos têm na sua base a formação de grandes latifúndios. Nesta tese, buscou-se mostrar que o processo de mobilização do trabalho se realiza no contexto de uma realidade, onde estão sendo criadas novas formas de produzir e de relações sociais, que rompem com antigos costumes, formas de fazer e de organizar o espaço, que foram moldados pela atividade extrativa no decorrer de vários séculos.
Título en inglés
Mobilização do trabalho na Amazônia: o oeste do Pará entre grilos, latifúndios, cobiças e tensões.
Palabras clave en inglés
capital
land
merchandise
Mobilization
violence
work
Resumen en inglés
This thesis analyses the mobilization of rural workers from the West of Pará State, Santarém City, which occurs due to Amazons land occupation to the development of activities such as forest extraction (wood), livestock and grain production (agribusiness). Most of times, the accomplishment of these activities has as an antecedent process, the grilagem of public land, in which illegal and cutting mechanisms to the private appropriation of these lands take place, such as the utilization of false documents and violence. The confrontations with rural populations that so long lived in that region, even for generations, have been inevitable, and for this reason, the tensions are constant. Activities as wood extraction and livestock production, which have already been developed for more time, gained impulse with the arrival of agribusiness, since 1997. The land, which in this process has been considered merchandise, is in the center of land appropriation problems and conflicts of that region. The State has a significant presence in that context, since before, when it put in practice developing projects from the seventies of the 20th century, and today, when it creates conditions to accomplish agricultural production projects, having as basis the formation of large estates. It has been tried to show that the work mobilization occurs due to this land occupation. It has also been shown that the new ways to produce and to work are part of a proposal that breaks old social relations, customs and spatial organization, which were moulded in the extractive production of that region for several centuries
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2008-12-02
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.