• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2017.tde-05042017-091736
Documento
Autor
Nome completo
Elvander dos Santos Pedro Quaresma
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ferlini, Vera Lucia Amaral (Presidente)
Monteleone, Joana de Moraes
Silva, Tathianni Cristini da
Título em português
Economia açucareira: São Tomé e Príncipe (século XVI ao XVII)
Palavras-chave em português
Açúcar
Colonização
São Tomé
Resumo em português
Os portugueses na sua expansão marítima encontraram nas ilhas do Atlântico uma forma para a implantação de um sistema de colonização fundamentada na exploração comercial de bens primários, dentre eles destacou-se o açúcar. A cana-de-açúcar mostrou-se ser um comércio muito viável nessas ilhas, principalmente em São Tomé, gerando desta forma uma importante fonte de renda para os portugueses. Mão de obra baseada no trabalho escravo, condições favoráveis do clima, técnica de produção, o preço e a demanda deste produto no mercado internacional, assim como a boa fertilidade da terra em S. Tomé, foram os principais alicerces no sucesso do negócio. Rapidamente, em São Tomé, surgiu mais de sessenta engenhos produtores de açúcar, cuja produção era quase toda exportada para a Europa. Alem de açúcar, o país também produzia pimenta (com grande consumo interno) e a exportação de madeiras e posteriormente, cacau, café, óleo de palma, noz de coco e copra. Devido à sua localização, S. Tomé funcionava como entreposto comercial entre África, Europa e, mais tarde, o Brasil.
Título em inglês
Sugar economy: São Tome and Principe (century XVI - XVII)
Palavras-chave em inglês
Colonization
São Tome
Sugar
Resumo em inglês
The Portuguese in their maritime expansion found in the Atlantic islands a form for the establishment of a colonization system based on the commercial exploitation of primary goods, among them sugar. Sugarcane proved to be a very viable trade in these islands, especially in São Tomé, thus generating an important source of income for the Portuguese. Labor based on slave labor, favorable climate conditions, production technique, the price and demand of this product in the international market, as well as the good fertility of the land in S. Tomé, were the main foundations in the success of the business. In São Tomé, more than sixty sugar-producing sugar mills were quickly produced and exported to Europe. Besides sugar, the country also produced pepper (with large domestic consumption) and the export of wood and later, cocoa, coffee, palm oil, coconut and copra. Due to its location, S. Tomé functioned as a commercial warehouse between Africa, Europe and, later, Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.