• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2006.tde-11072007-110304
Documento
Autor
Nome completo
Maximiliano Mac Menz
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Grespan, Jorge Luis da Silva (Presidente)
Arruda, Jose Jobson de Andrade
Ferlini, Vera Lucia Amaral
Osório, Helen
Ribeiro Junior, José
Título em português
Entre dois impérios: formação do Rio Grande na crise do antigo sistema colonial (1777-1822)
Palavras-chave em português
História do Brasil - 1777-1822 - Rio Grande de Sul
Resumo em português
O trabalho estuda a formação do Rio Grande no contexto de crise do Antigo Sistema Colonial. A hipótese é que a incorporação econômica do extremo-sul no final do século XVIII - num contexto de crise - unificou os mercados coloniais, constituindo-se numa divisão imperial do trabalho, que encaminharia a descolonização. Neste sentido, a tese se desenvolve em torno de quatro capítulos. O 1º capítulo discute a geopolítica do extremo-sul da América Portuguesa no século XVIII, apontando para os principais problemas na expansão territorial. Afinal, era pela onipresença da concorrência intermetropolitana que o Estado português dimensionava o processo de colonização no extremo-sul e a sua relação com as populações das regiões fronteiriças do Império. A exposição destes problemas inicia pela geopolítica colonial, ainda nos quadros do Antigo Sistema Colonial, e se completa com a geopolítica do Império americano, pois com a vinda da família Real em 1808 se alterou profundamente o contexto político e a visão de Império que se possuía na Corte. O 2º capítulo analisa as formas pelas quais o extremo-sul foi sendo integrado economicamente ao Império português, iniciando por um estudo do comércio colonial no final do século XVIII, para, em seguida, discutir a própria "formação econômica" do Rio Grande Sul no interior de uma divisão imperial do trabalho; no final, introduz-se a questão do contrabando que necessariamente problematiza a relação entre sistema colonial e Império. O 3º capítulo passa a caracterizar o Rio Grande economicamente, de maneira que se pretende entender os modos como a economia regional respondia à conjuntura do final do século XVIII e às flutuações mais curtas do mercado atlântico. Além disto, o capítulo desdobra algumas questões levantadas no capítulo 2: a relação com os ritmos da agroexportação, o papel que o contrabando espanhol exercia no comércio local e a dinâmica das exportações rio-grandenses. Finalmente, o 4º capítulo discute as políticas oficiais e os projetos de integração do Rio Grande Sul
Título em inglês
Between two empires: Rio Grande´s formation in the colonial ancient regimen´s crisis (1777-1822)
Palavras-chave em inglês
Brazilian history - 1777-1822 - Rio Grande do Sul
Resumo em inglês
This thesis studies the formation of Rio Grande in a context of crisis in the colonial system. We want to prove the economic integration of Rio Grande in Brazil, on a context of crisis, consolidate an imperial work's division in the colony and introduced the Independence's process. Our work is organized in four chapters. The first chapter discusses the geopolitics about extreme south of America, pointing the problems in the Portuguese territorial expansion. By the risks of metropolitan concurrency the Portuguese State started the colonization and established your relationship with the Rio Grande's colonial elite. The explanation begins with the colonial geopolitics, in the terms of the colonial system, and is concluded by the imperial geopolitics, because, after transference of Real Family (1808), the projects and visions of Empire were deeply modified. The second chapter analyzes the ways of Rio Grande economic integration in the Portuguese Empire. We study the colonial commerce patterns in the late XVIII century to introduce the idea of Rio Grande economic formation in an imperial work's division within Brazil. On the third part of the chapter, the contraband is discussed because it embarrasses the relations between Empire and colonial system. The third chapter explains the "economics" of Rio Grande and it connections with the conjuncture and fluctuations of Atlantic market in the late XVIII century. Moreover, we develop some questions produced in chapter 2: the links with the plantation economy, the role of Spanish contraband and the dynamics of Rio Grande's exportations. Finally, the fourth chapter examines the government policy and the integration's projects of Rio Grande in the colonial Empire.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.