• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2017.tde-13042017-095614
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Christian Lüders
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ferlini, Vera Lucia Amaral (Presidente)
Serrath, Pablo Oller Mont
Soares, Lucas Jannoni
Título em português
Portugal e o comércio do Rio da Prata (1640 - 1680)
Palavras-chave em português
Angola
Brasil
Buenos Aires
Comércio
Contrabando
Império
Prata
Resumo em português
A política de Portugal acerca de seu Império no Atlântico Sul é bastante consistente ao longo de toda a segunda metade do século XVII. Em face das dificuldades em torno de sua Restauração em 1640, a Monarquia Portuguesa desenvolverá um plano coerente de integração entre diversos pontos estratégicos espalhados pelo Oceano Atlântico. Serão eles o Brasil e sua produção de açúcar, a África e seu tráfico de escravos, e o Rio da Prata e seu contrabando de metal. Ao aspirar, para seu proveito econômico, o controle das rotas marítimas que integravam estes espaços entre si e com a Europa, disputando-as com outras potências, a Coroa de Portugal responderá aos desafios que a Restauração lhe impunha por meio de objetivos permanentes que, não obstante alterações conjunturais, serão desenvolvidos e perseguidos durante as décadas seguintes, até culminarem na fundação da Nova Colônia do Sacramento em 1680.
Título em inglês
Portugal and the Rio de la Plata Trade (1640-1680)
Palavras-chave em inglês
Angola
Brazil
Buenos Aires
Contraband
Empire
Silver
Trade
Resumo em inglês
Portugal´s policy about its Empire in the South Atlantic is quite consistent during all the second half of the 17th century. Because of the difficulties around its Restoration in 1640, the Portuguese Monarchy would develop a coherent plan of integration between several strategic points spread in the Atlantic Ocean. They would be Brazil and its production of sugar, Africa and its slave trade, and the Rio de la Plata and its contraband of metals. By aspiring, for its own economic sake, the control of the maritime routes which integrated those places between themselves and with Europe, disputing them against other powers, the Crown of Portugal would answer the challenges imposed by the Restoration with permanent objectives which, despite changes in conjuncture, would be developed and pursued during the following decades, until its culmination in the foundation of Nova Colônia do Sacramento in 1680.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.