• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-02102018-105351
Documento
Autor
Nombre completo
Paulo Accorsi Junior
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2018
Director
Tribunal
Nogueira, Carlos Roberto Figueiredo (Presidente)
Baccega, Marcus Vinicius de Abreu
Medeiros, Sooraya Karoan Lino de
Pereira, Maria Cristina Correia Leandro
Tacconi, Ana Paula Tavares Magalhães
Título en portugués
O mundo como herança: a sociedade dos nobres fidalgos de Espanha (s. XIII-XV)
Palabras clave en portugués
Discurso político
Genealogia
História medieval
Literatura
Narrativa
Nobreza
Resumen en portugués
Os primeiros estudos dedicados ao texto Livro de Linhagens do Conde D. Pedro de Barcelos definiram-se exclusivamente pelo interesse nas narrativas nele contidas. A restante matéria de que se compunha foi, assim, relegada ao estatuto de matéria genealógica, e, como tal, desprovida de interesse literário. Numa perspectiva distinta, o objetivo deste trabalho é tomar esta obra compilada pelo filho bastardo do rei D. Dinis de Portugal (1279-1325) em sua unidade enquanto discurso. Atendendo a apelos de medievalistas quanto à necessidade de se entrar em linha de conta com seu conteúdo ideológico, com seu sentido como obra de arte e suas relações com o contexto histórico social da crise de meados do século XIV, a pesquisa aponta como ponto de partida de suas possibilidades de emergência como texto, o vigoroso processo de senhorialização da sociedade portuguesa que teve início em meados do século XIII. O que não se fez sem que resistências surgissem no campo cultural. O Livro de Linhagens do Conde D. Pedro é reconhecido por sua pujança ímpar em relação a obras do gênero no panorama europeu, em especial, hispânico. A metodologia aplicada à análise do texto inspira-se em diretrizes estabelecidas pelas chamadas análises de conteúdo; principalmente pela de uma Semiótica narrativa e discursiva, privilegiando as relações entre texto e contexto. O trabalho busca demonstrar que esta obra é expressão da atualização do que os estudos de André Heusler e André Jolles definiram como saga, que tomamos como uma forma simples, cuja memória alimentou a produção textual promovida pelo processo de introdução da escritura cristã no Ocidente, que se estima situado entre anos 1150 e 1350. Igualmente, é nosso propósito demonstrar, através de um contraponto, que os primeiros textos literários da chamada prosa de Avis, do início do século XV, emergem como um projeto discursivo de redefinição do universo axiológico com que o texto do Livro de Linhagens constrói a visão de mundo de uma nobreza feudal tradicional. Assim, adapta seus valores e códigos de conduta ao exigido pela necessidade de incorporação de atores sociais emergentes no trânsito dos finais da Idade Média para os inícios da chamada Idade Moderna.
Título en inglés
The world as an inheritage: the society of the Nobleman of Spain. (13th-15th).
Palabras clave en inglés
Genealogy
Literature
Medieval history
Narrative
Nobility
Political discourse
Resumen en inglés
The first studies dedicated to the Book of Lineages from the Count D. Pedro de Barcelos were defined exclusively by the interest in the narratives that it contains. The other components of this book were relegated as genealogical subject, and, like that, destitute of literary interest. From a distinct perspective, this study aims to analyse the work compiled by the bastard son of the king D. Dinis (1279-325) from Portugal in its unity as a discourse. This research indicates the strong process of seigniorage of Portuguese society, occurred in the middle of 13th century, as the start point of the books emergency as a text. This process brought up resistances in the cultural field. The Counts D. Pedro Book of Lineages is recognized its unique relevance in relation to the other works of the same genre which emerged in Europe, especially, at Spain. The methodology applied to the present analysis is inspired in the propositions from the field of narrative and discursive semiotics. It privileges the relations between text and context and demonstrates that the book studied here is the expression of the update of the concept of saga, defined by the reflections of André Heusler and André Jolles. We understand this term as a simple form, whose memories fed the textual production resulted from the process of the introduction of the Christian writing in the West, between 1150 and 1350. We also want to demonstrate that the first literary texts from the Avis prose arise as a discursive project, which aims to redefine the axiological universe with which the Book of Lineages constructs the worlds vision of traditional feudal nobility. This book adapts its values and codes of conduct as it is required by the necessity of the incorporation of emergent social actors in the traffic from the middle Ages end to the beginning of the Modern Era.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2018-10-02
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.