• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-10122009-163724
Documento
Autor
Nome completo
Milton Mazetto Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marcelo Candido da (Presidente)
Frighetto, Renan
Jan, Régine Le
Título em português
A paz e o recurso à violência no Reino dos Francos: os mecanismos de resolução de conflito no período  merovíngio (séculos VI - VII)
Palavras-chave em português
Justiça
Merovíngios
Reino dos Francos
Resolução de conflitos
Vingança
Resumo em português
A dissertação de mestrado intitulada "A paz e o recurso à violência no Reino dos Francos: os mecanismos de resolução de conflito no período merovíngio (séculos VI - VII)" tem como objeto central a questão do caráter dos meios de resolução de conflito no período merovíngio: público, provenientes de uma autoridade comprometida com a manutenção da ordem; ou privado, emanados dos laços de solidariedade entre os diversos grupos de parentesco presentes nesse reino. O fundamento de tal problema reside nas diversas interpretações, presente na historiografia sobre o período, sobre o papel exercido pelo poder real na resolução dos conflitos. Alguns dos estudos, próximos da antropologia jurídica, apontam que a realeza não possuiria o poder para controlar as disputas e a violência, as quais seriam controladas através da 'faida'. Outros, apontam que o rei merovíngio seria o responsável por levar fim as discórdias, através da instituição de códigos normativos e da delegação de seu poderes judiciários à um corpo de funcionários. Essa distinção nos estudos teria como causa distintas interpretações, por um lado, do sentido dos relatos de violência presentes nos 'Decem libri historiarum' de Gregório de Tours, e por outro, da natureza do 'Pactus legis salicae'. Nesse sentido, a pesquisa apresentada na dissertação busca, através da reflexão sobre essas fontes à luz dos estudos mais recentes sobre elas e da análise dos cânones dos concílios e das 'formulae Andecavenses', posicionar-se de maneira crítica em relação a ambas concepções da realeza merovíngia.
Título em inglês
Peace and the use of violence in the Kingdom of Francs: mechanisms of conflict resolution in the Merovingian period (centuries VI - VII)
Palavras-chave em inglês
Conflict resolution
Justice
Kingdom of the Francs
Merovingians
Revenge
Resumo em inglês
The Master's dissertation entitled "Peace and the use of violence in the Kingdom of Francs: mechanisms of conflict resolution in the Merovingian period (centuries VI - VII)" has as its main object the question of the character of the forms of conflict resolution in the Merovingian period: public, result of the action of an authority concerned with the groups of that society. The fundament of that problem lies in the different interpretations, present in the historiography, of the role of the royal power in the conflict resolution. Some studies, related with the anthropology of law, outpoint that the royalty didn't has the means to control the disputes and the violence, whose were controlled by the feud. Other works, indicate that the Merovingian king was the sole responsible for the end of disputes, through the institution of law codes and the delegation of judiciary power to a body of functionaries. This distinction in the studies were caused by the distinct interpretations of, by one side, the meaning of the violence in the narrative of the 'Decem libri historiarum' of Gregory of Tours, and, by another, the nature of thses sources, guided by the most recent researches in the field, and the investigation of the canons of the councils and the 'formulae Andecavenses', to position himself critically within the discussion of the both conceptions of Merovingian royal power.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-02-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.