• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-12112010-122236
Documento
Autor
Nome completo
Sandra Perez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Glezer, Raquel (Presidente)
Albieri, Sara
Lopes, Katia Maria Abud
Título em português
Santo André: a invenção da cidade
Palavras-chave em português
Historiografia
Invenção da tradição
Memória
Santo André
Resumo em português
O objetivo dessa dissertação é estudar como ocorreu a formação e a cristalização da memória da cidade de Santo André, a partir de 1938, quando ocorreu a mudança da sede do município de São Bernardo para o distrito de Santo André. A partir desse momento, a elite intelectual da cidade, liderada pelo historiador Octaviano Gaiarsa, desenvolveu uma explicação para a origem da cidade, relacionando o município atual com a vila quinhentista de Santo André da Borda do Campo, que havia sido a primeira do planalto. Através dessa relação, a atual cidade de Santo André teve e tem a sua existência justificada, superando qualquer resistência à mudança de nome e de sede. Do mesmo processo fez parte a elaboração dos símbolos da cidade hino, brasão e bandeira; a escolha do herói fundador, João Ramalho; a adoção da data de 8 de abril como aniversário da cidade, a criação dos lugares de memória - a Praça do Quarto Centenário, a construção de estátuas dos heróis quinhentistas e a adoção de seus nomes em ruas e bairros. Analisando a historiografia andreense e comparando-a com a paulista, produzida principalmente no Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, podemos indicar que a criação da memória da cidade de Santo André demonstra o uso político do passado.
Título em inglês
Santo André: the invention of the city
Palavras-chave em inglês
Historiography
Invention of tradition
Memory
Santo André
Resumo em inglês
In this thesis we study how the memory of a place can be built depending on the interests of the intellectual elite which lives there. We choose as an example the Santo Andre city (São Paulo), whose memory started to be created in 1938, when the headquarters of the São Bernardo do Campo city moved to there. From that time onwards, the intellectual elite of Santo André, led by historian Octaviano Gaiarsa, associated the origin of the city with the 16th Century vila of Santo André da Borda do Campo, the first one in the region. The existence of the city is nowand then justified by this relationship. Its symbols started to appear as part of the same process: anthem, emblem and flag, followed by the choice of its aniversary date, April 8th and the hero which started the city, João Ramalho; memory public places were then built, like the Quarto Centenário Square, and statues were made to glorify its 16th Century heroes; the name of the same heroes were chosen to be the names the streets and districts, and so on... We finish the thesis using this analysis and the São Paulo city one, which can be found mainly in Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, to emphasize that the memory of a place is an example of the political use of the past.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2010_SandraPerez.pdf (7.82 Mbytes)
Data de Publicação
2010-11-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.