• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-22032010-101904
Documento
Autor
Nome completo
Maria Carolina Scudeler Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Novinsky, Anita Waingort (Presidente)
Nazario, Luiz Roberto Pinto
Samara, Eni de Mesquita
Título em português
Inocentes & culpados: repensando o julgamento inquisitorial
Palavras-chave em português
Cristãos-novos
Inquisição
Judeus
Ortodoxia
Resumo em português
A Inquisição Moderna foi uma instituição criada pelos Estados Ibéricos e apoiada pela Igreja Católica no século XVI para investigar e punir indivíduos que não estivessem agindo de acordo com a moral religiosa. Agindo através de denúncias e segredos, o julgamento inquisitorial forjou heresias, apontando como principal inimigo o cristão-novo. Ao analisarmos o funcionamento do Tribunal do Santo Ofício, através de documentos inquisitoriais e trabalhos diversos publicados sobre o tema, percebemos o caráter indispensável que a instituição teve no sentido de restringir as liberdades individuais, em prol de uma ideia de uniformidade baseada numa verdade absoluta a fé católica. Em um período de tantas transformações como foi o da modernidade, a Inquisição se tornou uma das principais instituições de manutenção do Antigo Regime, assegurando o poder nas mãos do clero e da nobreza.
Título em inglês
Innocent & guilty: rethinking the inquisitional judgement
Palavras-chave em inglês
Inquisition
Jews
New-Christian
Orthodoxy
Resumo em inglês
The Modern Inquisition was an institution created by the Iberian States and supported for Catholic Church in the XVI century to investigate and to punish individuals that were not acting in accordance with the moral religion. Acting through denunciations and secrets, the inquisitional judgment forged heresies, pointing the new-Christian as main enemy. When analyzing the functioning of the Court of the Holy Office, through inquisitional documents and several published works on the subject, we notice the indispensable character that the institution had in the direction to restrict the individual freedom in favor of an idea of uniformity based on an absolute truth the catholic faith. That one period of so many transformations, as it was the modern period, the Inquisition became one of the main institutions of maintenance of the Antique Regimen, assuring the power to the hands of the clergy and the nobility.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.