• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-24022016-013307
Documento
Autor
Nome completo
Lindercy Francisco Tome de Souza Lins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Martinho, Francisco Carlos Palomanes (Presidente)
Eugênio, Marcos Francisco Napolitano de
Limoncic, Flávio
Luca, Tania Regina de
Tota, Antonio Pedro
Título em português
To sell a product or to sell an idea: a propaganda oficial do Brasil nos Estados Unidos da América (1930-1945)
Palavras-chave em português
Brasil
DIP
Estados Unidos
Itamaraty
Propaganda externa
Relações públicas
Resumo em português
Este trabalho analisa a propaganda oficial do Brasil nos Estados Unidos da América, de 1930 a 1945, no anseio de entender como o governo capitaneado por Getúlio Vargas estabeleceu uma política de promoção da imagem do Brasil naquele país. A organização da propaganda externa contou com atuação dos seguintes órgãos: Departamentos de publicidade/propaganda, principalmente o Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP); Escritório de informações brasileiras nos EEUU, ligado ao Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio; postos diplomáticos do Ministério das Relações Exteriores; além dos órgãos norte-americanos: Office of the Coordinator of Inter-American Affairs (OCIAA) do governo estaduninse; e American Brazilian Association, de natureza privada. Destaca-se o fato de que cada órgão brasileiro, a sua maneira, concebia e realizava, com relativa autonomia, ações de promoção da imagem positiva do País nos Estados Unidos. Os elementos em comum às formas de propaganda desses órgãos foram as ações empregadas, a exemplo do envio de notícias aos jornais, análise das matérias sobre o Brasil, acolhida de personalidades, promoção de intercâmbios artísticos, educacionais e científicos, fomento a publicações informativas sobre o País como as revistas Brazil, Brazil Today e Travel in Brazil. Destaca-se a contratação, de maneira informal, do famoso redator da coluna Washington Merry-Go-Round, Drew Pearson, como agente de imprensa do Brasil. Essas ações detinham também um mesmo público-alvo, composto de jornalistas, empresários, políticos, intelectuais, militares e demais personalidades consideradas formadoras de opinião; ou seja, pessoas que podiam, de algum modo, interferir ou influenciar os rumos dos interesses nacionais nos assuntos externos dos EUA
Título em inglês
To sell a product or to sell an idea: the Brazilian propaganda in the United States of America - 1930-1945
Palavras-chave em inglês
Advertising
Brazil
DIP
Foreign Ministry
Propaganda abroad
Public relations
United States
Resumo em inglês
This study analyzes the Brazilians government propaganda in the United States, from 1930 to 1945, which to aim to understand how the government headed by President Getúlio Vargas established a Brazil's image in that country. The organization of the Brazilian propaganda abroad featured by performance of the following agencies: Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP); Brazilian Information Bureau, diplomatic posts owned by the Brazilian Ministry of Foreign Affairs, the Itamaraty; and the American organizations: Office of the Coordinator of Inter-American Affairs (OCIAA) of U.S government; American and Brazilian Association, a private agency. Noteworthy is the fact that every Brazilian agency, in its way, conceived and performed with relative autonomy, actions to promote the positive image of the Brazil in the U.S. The common elements of forms of propaganda were employed, such as sending news to American newspapers, analysis of news about Brazil in the American Press, welcoming American personalities, promotion of artistic, educational and scientific exchanges, fostering informative publications about Brazil, such as magazines Brazil, Brazil Today and Travel in Brazil. The Brazilian government hired, informally, Drew Pearson, the editor of the famous column Washington Merry-go-round, as press agent of Brazil. These actions held by the same audience, composed of journalists, businessmen, politicians, intellectuals, military and other persons considered public opinion makers; that is, people who could in any way interfere with or influence the direction of national interests in foreign affairs in U.S.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-04-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.