• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2007.tde-27112009-101254
Documento
Autor
Nome completo
Thais Helena dos Santos Buvalovas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Machado, Maria Helena Pereira Toledo (Presidente)
Kantor, Iris
Safier, Neil Franklin
Título em português
O Diário da minha viagem para Filadélfia: impressões de um ilustrado luso-brasileiro na América (1798-1799)
Palavras-chave em português
Emancipação gradual da escravatura
História dos Estados Unidos
Jornalismo político
Reformismo ilustrado luso-brasileiro
Relatos de viagens
Resumo em português
Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça é considerado o primeiro jornalista brasileiro. Ao lançar em Londres, em 1º de junho de 1808, o Correio Braziliense ou Armazém Literário, também fundou a imprensa política em língua portuguesa. Seu periódico, que circulou todos os meses de junho de 1808 a dezembro de 1822, foi objeto de vários historiadores e comentaristas. Sua inserção nos quadros da maçonaria e a conseqüente passagem pelos cárceres da Inquisição, em Lisboa, também receberam alguma atenção de nossa historiografia. Contudo, a viagem que empreendeu em sua juventude à América do Norte ainda é tema praticamente inexplorado. Tratava-se de uma missão oficial, inserida no contexto de um ambicioso projeto desenvolvido pela Coroa portuguesa nas últimas décadas do século XVIII, com o intuito de modernizar a economia colonial. Ali o jovem naturalista deveria investigar inovações e adquirir conhecimentos úteis à diversificação da agricultura no Brasil. Agente desta política de Estado, Hipólito da Costa chegou aos Estados Unidos aos 24 anos de idade, em dezembro de 1798. Lá permaneceria até fins de 1800, registrando os percalços da missão e suas impressões sobre a jovem nação norte-americana em seu Diário da minha Viagem para Filadélfia. Este trabalho é uma tentativa de interpretar as representações que ele construiu sobre os Estados Unidos em seu diário de viagem, tendo este documento como base principal, mas não exclusiva. Também são utilizados textos que ele escreveu durante sua permanência na América do Norte e ainda escritos de sua maturidade, publicados no período de seu exílio em Londres. Ao cotejar estes escritos, a pesquisa segue a assertiva de que a viagem aos Estados Unidos foi um marco importante na trajetória de Hipólito da Costa e as idéias com as quais conviveu ali uma das matrizes de sua escrita e de seu pensamento político.
Título em inglês
The diary of my trip to Philadelphia: impressions of a Luso-Brazilian illustrated in America (1798-1799)
Palavras-chave em inglês
Gradual slavery emancipation
Politician journalism
Portuguese illustrated reforming policy
Travel narratives
United States history
Resumo em inglês
Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça is considerated the first brazilians journalist. When launching the Correio Braziliense ou Armazém Literário, in Junes first of 1808, in London he has also founded the politicians press in portuguese language. His journal was been studied by several historians and commentators. His masonrys participation and the consequent ticket for the jails of the Inquisition, at Lisbon, also received some attention from our historiography. Meanwhile his youths North America travel remains an unexplored subject. It was an official mission, part of an ambitious Portuguese crowns project, developed in the last few decades of century XVIII, intending to modernize colonial economy. There, the young naturalist would have to investigate innovations and to acquire useful knowledge to brazilians agriculture diversification. Agent of this State politician, Hipólito da Costa has arrived at the United States at the age of 24, in December of 1798. He would remain there until 1800 ends, registering his mission profits and impressions about the young North America nation in his Diário da minha Viagem para Filadélfia. This job is an intention to interpret the North America representations he has build in his travel diary, taking it by main base, but not exclusive. Thats also been used his writings from North America stay and from his maturity, published during his London exile. When considering these writings, the research follows the assertive one of that the travel to the United States was an important landmark in the Hipólito da Costa trajectory and the ideas he has coexisted was one of the matrices of his writings and politician thoughts.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-07-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.