• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2008.tde-30112009-152527
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Trindade Luciani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Puntoni, Pedro Luis (Presidente)
Lima, Marcos Galindo
Novais, Fernando Antonio
Título em português
Munícipes e escabinos: poder local e guerra de restauração no Brasil holandês (1630-1654)
Palavras-chave em português
História do Brasil
Invasões holandesas
Período colonia
Resumo em português
Este trabalho investiga as formas de organização do poder local durante os 24 anos em que os neerlandeses dominaram as capitanias do Norte do Estado do Brasil (1630-1654). Como ao longo de tal período não se verifica uma continuidade na administração local, a investigação teve em vista a compreensão da estrutura e da dinâmica política das Câmaras Municipais da legislação portuguesa, que perduraram até o ano de 1637, assim como das Câmaras de Escabinos (Kamers van Schepenen), que foram criadas conforme previam as instruções da República das Províncias Unidas, contribuindo, assim, para o estudo das diferentes formas de administração local no Brasil Colônia. Nosso objetivo mais além, ao abordar como tal transformação no poder local foi sentida pela elite açucareira e pelos moradores das capitanias conquistadas, relacionando esse contexto ao da reação luso-brasileira contra os invasores a partir de 1645, destacando, então, o papel que as Câmaras Municipais exerceram nesse período de guerra de Restauração (1645-1654). Para tanto, nossa pesquisa insere-se em discussões mais amplas e críticas sobre, por um lado, administração e poder no Império Português, sobretudo no que se refere às relações entre os poderes locais coloniais e o poder central da metrópole, e, por outro, a expansão comercial e territorial dos Países Baixos por meio de suas companhias de comércio no século XVII. Partindo da análise do poder local no Brasil Holandês entendemos ser possível pensar os diferentes sistemas de dominação colonial, o português e o neerlandês, que se confrontaram nesse período e território.
Título em inglês
Residents and escabinos: local and war restoration in Dutch Brazil
Palavras-chave em inglês
Colonial period
Dutch invasion
history of Brazil
Resumo em inglês
This work researches the organizational forms of local government in the 24 years of Dutch domination over the northern Estado do Brasil (1630-1654). As on the course of that period there was no stability in local government, this investigation has in sight an understanding of the structure and political dynamics both of the Portuguese Municipal Councils (Câmaras Municipais), which lasted until the year 1637, and of the Councils of Schepens (Kamers van Schepenen or Câmaras de Escabinos), created according to the instructions established by the Dutch Republic, and thus contributing to the study of the different forms of local government in colonial Brazil. Our aim is to go further by treating how that transformation in local government was felt by sugar aristocracy and by the inhabitants of the dominated captaincies, relating this context to the one of a luso-brazilian reaction against the invaders after 1645, and then attending to the role played by the Municipal Councils in the war of Restoration period (1645-1654). In that, our research falls in a larger and more critical debate about, in one hand, both government and rule in the Portuguese Empire, especially in which refers to the relationship between colonial local government and the central metropolitan government, and in the other, commercial and territorial expansion of the Lower Countries through their commercial companies in the seventh century. From the analyses of local government in Dutch Brazil it is possible to question the differing systems of colonial domination, both Portuguese and Dutch, which confronted each other in this time and period.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-08-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.