• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2007.tde-01082007-151434
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Regina Lorenso Castro
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Pietroforte, Antonio Vicente Seraphim (Presidente)
Lopes, Ivã Carlos
Possenti, Sirio
Título em português
Corpo e erotismo em Cadernos negros: a reconstrução da liberdade no enunciado e na enunciação
Palavras-chave em português
Cadernos Negros
Corpo negro
Erotismo
Poesia
Semiótica
Resumo em português
Originada na escravidão e reforçada ainda hoje nas diversas formas de relações cotidianas, a imagem de sexualidade exagerada e inata, colada ao corpo negro, reproduz elementos de violência simbólica e condena, muitas vezes, o corpo negro à morte semiótica. Na tentativa de dissociar-se dessa imagem, o sujeito negro adota algumas estratégias que vão da atitude contida em relação ao exercício da sua afetividade e sexualidade, passando pelo questionamento dos condicionamentos eróticos e, por fim, constituindo uma outra semântica para o corpo negro. Dessarte, esta dissertação procurou perscrutar o enunciado e a enunciação das poesias eróticas de Cadernos Negros na tentativa de desvelar as relações estabelecidas entre as categorias semânticas liberdade vs. opressão; público vs. privado; e individual vs. coletivo. Cadernos Negros é um periódico literário, publicado ininterruptamente há 28 anos, cujo objetivo é divulgar uma enunciação negra na Literatura Brasileira.
Título em inglês
The body and the erotism in Cadernos Negros: a semiotic reconstruction of the freedom
Palavras-chave em inglês
Black body
Black Notebooks
Eroticism
Poetry
Semiotics
Resumo em inglês
The image of the black body has being linked to an exaggerated and innate sexuality originated in the slave era, and is even nowadays reinforced by daily and diverse social relations and interactions. This racialized notion of the black body reproduces elements of symbolic violence, and moreover, condemns the black body to a semiotic death. In an attempt to dissociate themselves from such images, the black writers adopt strategies that go from the attitude contained in the exercise of affectivity and sexuality, passing through the questioning of erotic conditioning, and finally, constituting an alternative semantics of the black body. From this perspective, this dissertation looks to articulate the enunciations of the Black Notebooks erotic poetry, in an attempt to highlight the established relations between semantic categories such as freedom vs. oppression, public vs. private, and individual vs. collective. The Black Notebooks is a literary periodical published uninterrupted in Brazil for 28 years. It's objective is to pursue the black utterance in Brazilian literature.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-08-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.