• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-09032010-094401
Documento
Autor
Nome completo
Mara Jane Sousa Maia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Lopes, Ivã Carlos (Presidente)
Campos, Norma Discini de
Portela, Jean Cristtus
Título em português
Tecendo o estético e o sensível através do bordado na literatura infantil brasileira
Palavras-chave em português
Enunciação
Literatura infantil
Paixões
Semiótica plástica
Sincretismo
Resumo em português
A literatura infantil desperta um duplo interesse: a história narrada pelo texto verbal e a depreendida das imagens que ilustram as capas e as páginas. Enquanto o texto verbal pode levar o leitor a uma compreensão do mundo e de valores culturais e morais, o texto visual pode despertar os sentidos pela experiência estésica. Do escrito ao tocado, do lido ao experimentado, o aprendizado é feito sob diferentes materialidades e discursos. Este trabalho delimita-se a analisar cinco livros destinados ao público infanto-juvenil com ilustrações feitas pelo grupo mineiro de bordadeiros Matizes-Dumont: Exercícios de ser criança, de Manoel de Barros; A moça tecelã, de Marina Colasanti; Menino do rio doce, de Ziraldo; A bola e o goleiro, de Jorge Amado; A menina, a gaiola e a bicicleta/Céu de passarinho, de Rubem Alves e Carlos Brandão. A fundamentação teórica adotada para a análise desse corpus é a semiótica francesa, abarcando seus desdobramentos recentes, como a semiótica das paixões, a semiótica plástica, a enunciação e a tensividade. Os desdobramentos tensivos, por sinal, caminham livremente em todas as análises como efeito de sentido. A possibilidade de trabalhar com diferentes linhas de análise, demonstra a riqueza desse corpus que ora mostra sua força no texto verbal, ora ganha status de arte ao oferecer ao enunciatário/leitor uma gama de imagens que despertam o estético e o estésico. Temos, portanto, ao longo dos enunciados infanto-juvenis, a presença de diálogos plurilinguísticos e polissensoriais. A figuratividade, tão presente e marcante neste trabalho, segue as propostas de Denis Bertrand. Outro teórico relevante a esta pesquisa é Jean-Marie Floch, com suas linhas de pesquisa a respeito do visual/pictórico, ao inserir novas categorias (constitucionais e relacionais) de análise para o plano da expressão. Pela própria natureza dos objetos analisados, percorre-se o caminho do estético, já que este se manifesta mediante práticas cotidianas. Esse percurso apresenta um marco importante no livro Da Imperfeição, de Algirdas Julien Greimas, que analisa textos-objeto de valor estético, depreendendo seu sentido e seu caráter sensível, em que o plano da expressão passa a ser a força motriz da obra. As descrições do autor sobre alguns textos literários mostram a elasticidade do discurso, que vai além da superfície do texto. Ainda a respeito da questão plástica, outras fontes teóricas estão presentes com o intuito de enriquecer e expandir as análises, procurando sempre manter o intercâmbio entre a semiótica e outras propostas de análise do pictórico. Diante dessas informações técnicas das artes plásticas, que possuem sua linguagem própria, torna-se possível montar uma grade de leitura dos textos-objeto. Embora este trabalho trilhe pelo caminho da semiótica, tratar de textos infantis nos obriga a ter informações consistentes sobre o universo teórico da literatura. Daí o acréscimo de livros sobre este universo, incluindo obras específicas sobre literatura infantil, ilustração e diagramação. Dessa forma, dentro dos objetivos de examinar os mecanismos de construção do sentido em textos de literatura infanto-juvenis, cada livro é analisado de acordo com a teoria da semiótica discursiva ou a da semiótica plástica. Em A moça tecelã trabalha-se com as paixões no texto verbal com o intuito de apreender os efeitos de sentido de qualificações modais, aspectuais e estruturais que modificam o sujeito patemizado. Pela obra sincrética de Manoel de Barros são descritas as estratégias de enunciação, apontando os recursos utilizados para a construção de sentido nos textos verbais e visuais. A intertextualidade pontua o trabalho de Ziraldo ao dialogar com as obras infanto-juvenis do escritor norteamericano Mark Twain, acrescentando-se, na análise, as experiências estéticas relacionadas com as paixões. O último capítulo trata do imagético, fazendo um contraponto entre as capas dos livros A bola e o goleiro e A menina, a gaiola e a bicicleta/Céu de passarinhos, fundamentando-se em Floch e seus sucessores teóricos. Por meio dessas análises busca-se acrescentar aos estudos dos textos literários e plásticos infanto-juvenis possíveis mecanismos de leitura, tendo como ferramenta teórica a semiótica francesa.
Título em inglês
Weaving the aesthetic and sensitive through the embroidery on Brazilian children's literature
Palavras-chave em inglês
Childrens literature
Enunciation
Passions
Plastic art semiotics
Syncretism
Resumo em inglês
Childrens literature brings two different concerns: the story told by the verbal text, and the one brought by the images of the book cover and of the book. The visual text can awake the senses by an aesthetic experience while what is written on the book can take the reader to a comprehension of the world and of the cultural and moral values. The learning is made possible by different matters and discourses; from whats written to whats touched, from whats read to whats experienced. This essay was delimited to the analyses of five books made specific to children, with illustrations made by a group of embroideress from Minas Gerais called Matizes-Dumont: Exercícios de ser criança, by Manoel de Barros; A moça tecelã, by Marina Colasanti; Menino do rio doce, by Ziraldo; A bola e o goleiro, by Jorge Amado; A menina, a gaiola e a bicicleta/Céu de passarinho, by Rubem Alves and Carlos Brandão. The theoretical basis used for the analyses of this subject is the French Semiotics, also with its deployments such as the Semiotics of Passion, Semiotics of Arts, the Enunciation, and the Tensile Semiotics. In reality, the Tensile Semiotics one goes freely through all the analyses as a sense, or meaning, effect. The possibility of working with different forms of analyses brought up the importance of the material. It shows the strength of the verbal text, and, also, the importance of the material as a work of art since it offers to the readers a number of images that awakes the esthetic and aesthetic. The dialogues are plurilinguistic and polisensorial. The figuratively, well noticed on this essay, follows the developments made by Denis Bertrand. Other important scholar for this research is Jean-Marie Floch, and its ways of working over the visual/pictorial, adding new categories (constitutionals and relational) of analyses for the expression plane. We follow the trails of the esthetic based on the nature of the analyzed objects, since its expressed over ordinary way of working. This course presents an important door on Algidas Julien Greimas book, De l'imperfection (Of the Imperfection), wich analyses texts-objects of esthetic value, gathering its meaning from the sense, and the expression plane became the main force on the work piece. His descriptions about some literary texts shows us the elasticity of a discourse, going beyond the surface of the text. Yet on the plastic art field, other theoretical sources are present, so it would enrich and enlarge the analyses, always trying to keep the interchange between semiotics, and other forms of analyses of the pictorial. From all these technical information about the plastic art, that contains its own language, its possible for us to show the screen of reading of the text-object. Working with childrens texts forces us to have consistent information about the theoretical universe of this literature, even though the essay goes through the semiotics field. We understand from that the choice of using a book of this field, including specific works about childrens literature, illustration and sketch. This way, each book was analyzed according to a theory of the discursive semiotics or of the plastic art semiotics. On the book A Moça Tecelã, we work with the passions on the verbal text, trying to pay attention to the effects of the sense by the modal, the aspectual, and the structural qualifiers that change the pathetic reaction of the subject. By Manoel de Barros syncretic work we describe the strategies of the enunciation, showing the resources used for the construction of the verbal and visual texts. The intertextuality on Ziraldos work is noticed by his dialog with childrens works made by the north-American author Mark Twain, adding, on the analyses, the esthetic experiences related to the passions. The last chapter talks about the images, creating a counterpoint between the covers of the books A bola e o goleiro, and A menina, a gaiola e a bicicleta/Céu de passarinhos, based on Floch and his theoretical successors. With this essay, weve tried to add possible ways of reading the childrens literature and plastic art using the French Semiotics theoretical tools.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.