• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-17082009-161718
Documento
Autor
Nombre completo
Paulo Jeferson Pilar Araújo
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2008
Director
Tribunal
Petter, Margarida Maria Taddoni (Presidente)
Almeida, Maria Lucia Leitão de
McCleary, Leland Emerson
Título en portugués
Aspectos semântico-cognitivos de usos especiais das preposições para e em na fala de comunidades quilombolas
Palabras clave en portugués
Comunidades Quilombolas
Esquemas imagéticos
Português brasileiro
Preposições
Semântica cognitiva
Resumen en portugués
Este trabalho se ocupa dos usos espaciais das preposições para e em nos contextos aqui chamados de locativos e direcionais produzidos com o verbo estar pleno de sentido de locação e o verbo ir de movimento. A análise parte dos pressupostos da Semântica Cognitiva, especificamente da teoria dos esquemas imagéticos (JOHNSON, 1987; LAKOFF, 1987) e as operações de transformações entre esses esquemas (PEÑA, 2008; DEWELL, 2005; LAKOFF, 1987). O corpus utilizado é composto por entrevistas de fala espontânea coletadas em comunidades quilombolas dos estados do Maranhão e São Paulo. Os contextos analisados são aqueles nos quais as duas preposições parecem alternar, como em: Eles estão pro Maranhão ou Eles estão no Maranhão, como também em: Foram pro cinema e Foram no cinema. Argumenta-se que tal alternância se dê pelas transformações entre esquemas imagéticos, nomeadamente os esquemas ORIGEM-PERCURSO-DESTINO e CONTÊINER. Para fundamentar a argumentação, são apresentados os pressupostos teóricos que embasam este trabalho, a problemática e algumas questões de cunho metodológico são discutidos. Por fim, apresenta-se uma proposta de análise semântico-cognitiva que considere a representação do espaço para as duas preposições em foco.
Título en inglés
Cognitive Semantic aspects of the spatial uses of prepositions em (in) and para (to) in the speech of marron communities
Palabras clave en inglés
Brazilian Portuguese
Cognitive semantics
Image schemas
Marron communities
Prepositions
Resumen en inglés
This study deals with the spatial uses of the prepositions em (in) and para (to) in the contexts here called locative and directional produced with the verb estar (to be) for locations and the verb ir (to go) in the movement sense. The analysis is based on the Cognitive Semantics framework, specifically the theory of image schemas (JOHNSON, 1987; Lakoff, 1987) and the transformation processes of those schemas (PEÑA, 2008; DEWELL, 2005; Lakoff, 1987). The corpus is made of interviews of spontaneous speech collected in comunidades quilombolas (maroon communities) from the states of Maranhão and São Paulo. The contexts examined are those in which the two prepositions appear to switch, as in: "Eles estão pro Maranhao" (They are to Maranhão) or "Eles estão no Maranhao," (They are in Maranhão) also in: "Eles foram pro cinema" (They went to the cinema) and "Eles foram no cinema." (They went in the cinema). It is argued that this alternation is given by image schema transformations, mainly the SOURCE-PATH-GOAL and the CONTAINER image schema. To support this argument, the theoretical assumptions are presented. The problem of this work and some methodological issues are as well discussed. Finally, a proposal in the Cognitive Semantic framework analysis is suggested for analyzing the spatial representation of both prepositions in focus in this work.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2009-08-17
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.