• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Martin Camacho Ramirez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Nunes, Jairo Morais (Presidente)
Cyrino, Sônia Maria Lazzarini
Ferreira, Marcelo Barra
Morais, Maria Aparecida Correa Ribeiro Torres
Título em espanhol
Marcación diferencial de objeto y doblado de clíticos en el español de Lima
Palavras-chave em espanhol
Animacidad
Doblado
Especificidad
Geometría de rasgos
Marcación diferencial de objeto
Medición
Resumo em espanhol
El objetivo central de esta tesis es explicar el contexto en el que aparece la marca A del objeto directo del español hablado en la ciudad de Lima (Perú); el análisis es extendido a la marcación del objeto indirecto. Utilizo para el análisis el aparato teórico de la Geometría de Rasgos (HARLEY; RITTER (2002)) y la operación Agree (CHOMSKY (2000, 2001)). La propuesta que defiendo es que la marcación de diferencial de objeto (DOM en sus siglas en inglés) en el español es desencadenada por la concordancia del rasgo verbal afectación (medición) con el nudo organizador class de D copiado en el verbo. Si class domina [animado], habrá marca A. Para el caso del objeto indirecto, la concordancia debe ser entre el rasgo verbal de atomicidad y el nudo organizador individuation de D copiado en el verbo. Si individuation domina [minimal] o [group], habrá marca A. Las concordancias ocurren en el verbo. El análisis que propongo dispensa de la operación movimiento para explicar el DOM del español; una característica que lo diferencia de otras hipótesis sobre el fenómeno. Por otro lado, el análisis muestra una relación entre los rasgos de especificidad en el DP objeto y medición en el verbo; no puede haber especificidad en el DP objeto sin medición en el verbo. Una relación diferente de la de DOM, aunque relacionada. Usando siempre la Geometría de Rasgos, es propuesto un análisis para el doblado de clítico acusativo del español de Lima. Basado en el trabajo de SÁNCHEZ (2006, 2010) defiendo que el clítico que dobla debe contener el rasgo [max(imizing)], rasgo que cuando es aplicado al evento verbal expresa la totalidad del evento.
Título em português
Marcação diferencial de objeto e redobro de clíticos no espanhol de Lima
Palavras-chave em português
Animacidade
Especificidade
Geometria de traços
Marcação diferencial do objeto
Medição
Redobro
Resumo em português
O objetivo central desta tese é explicar o contexto onde aparece a marca A do objeto direto no espanhol falado na cidade de Lima (Peru); a análise é estendida para a marcação do objeto indireto. Utilizo para a análise o arcabouço teórico da Geometria de Traços (HARLEY; RITTER (2002)) e a operação Agree (CHOMSKY (2000, 2001)). A proposta que defendo é que a marcação diferencial do objeto (DOM em suas siglas em inglês) no espanhol é engatilhada pela concordância do rasgo verbal afetação (medição) com o nó organizador class de D copiado no verbo. Se class dominar o traço [animado], é gerada a marca A. Para o caso do objeto indireto, a concordância deve ser entre o traço verbal de atomicidade e o nó organizador individuation de D copiado no verbo. Se individuation dominar [minimal] ou [group], é gerada a marca A. As concordâncias acontecem no verbo. A análise que proponho dispensa da operação movimento para explicar o DOM do espanhol; uma característica que a diferença de outras abordagens do fenômeno. Por outro lado, a análise mostra uma relação entre os traços de especificidade no DP objeto e medição no verbo: não pode ter especificidade no DP objeto sem medição no verbo. Uma relação diferente de DOM ainda que relacionada. Usando sempre a Geometria de Traços, é proposta uma análise para o redobro com clítico acusativo do espanhol de Lima. Baseado no trabalho de SÁNCHEZ (2006, 2010), defendo que o clítico que dobra deve conter o traço [max(imizing)], traço que quando aplicado no evento verbal expressa a totalidade do evento.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.