• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2006.tde-22022006-200500
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Oliveira Maroneze
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Alves, Ieda Maria (Presidente)
Barbosa, Maria Aparecida
Biderman, Maria Tereza Camargo
Título em português
"Um estudo da nominalização no português do Brasil com base em unidades lexicais neológicas"
Palavras-chave em português
formação de palavras
lexicografia
lexicologia
morfologia
neologia
neologismo
nominalização
Resumo em português
Tendo em vista que a análise de unidades lexicais neológicas tem muito a contribuir para os estudos de formação de palavras, procuramos, neste trabalho, com base nos modelos teóricos de Bybee (1988) e Langacker (1987, 1991) descrever um aspecto da formação de palavras no português brasileiro: os chamados nominais (substantivos abstratos derivados de verbos). Abordamos as tendências e restrições de uso de cada sufixo nominalizador (enfatizando -ção, -mento, -agem, -da e -nc(i)a) bem como da chamada derivação regressiva. Também descrevemos certas características semânticas (polissemia, especialização semântica etc.), sintáticas (exigências sintáticas, uso de verbos-suporte etc.) e discursivas (emprego em textos mais ou menos formais, mecanismos de coesão textual etc.) desse tipo de formação. Em seguida, buscamos mostrar como os sufixos nominalizadores e os nominais são descritos nos dicionários de língua do português brasileiro. A partir de uma base de dados de formações neológicas coletadas em textos jornalísticos entre os anos de 1993 e 2000, analisamos cerca de 170 nominais neológicos, com a finalidade de verificar se tais formações obedecem às tendências e restrições de uso descritas, e se é possível detectar tendências novas. Observamos que: o sufixo -ção, o mais freqüentemente empregado, tem se unido a verbos da segunda conjugação, fenômeno não-atestado em períodos anteriores da língua; os sufixos -ção e -agem vêm apresentando conotações familiares ou jocosas, com destaque para o chamado -ção iterativo; as formas -nça e -ncia vêm adquirindo conotações divergentes, o que pode apontar para que não mais sejam analisadas como formas alomórficas do mesmo sufixo; entre outras observações. Por fim, propusemos uma forma de descrever esses nominais neológicos, a ser utilizada no Dicionário de Neologismos do Português Brasileiro Contemporâneo (Década de 90).
Título em inglês
A study of the nominalization in Brazilian Portuguese base don neological lexical units
Palavras-chave em inglês
lexicography
lexicology
morphology
neologism
neology
nominalization
word-formation
Resumo em inglês
Bearing in mind that the analysis of neological lexical units has much to contribute to word-formation sdudies, we attempt, in the present work, based on the theoretical models of Bybee (1988) and Langacker (1987, 1991), to describe an aspect of Brazilian Portuguese word-formation: the so-called nominals (abstract nouns derived from verbs). We address the usage tendencies and restrictions of each nominalizing suffix (with emphasis on -ção, -mento, -agem, -da and -nc(i)a), as well as the so-called “regressive derivation”. We also describe certain characteristics of this kind of word-formation, such as: semantic (polysemy, semantic specialization etc.), syntactic (valency, support-verbs etc.) and discursive (text formality, textual cohesion etc.). Then, we attempt to show how the nominalizing suffixes and the nominals are described in Brazilian Portuguese dictionaries. Based on a neologism database collected from journalistic texts published between 1993 and 2000, we analyze about 170 neological nominals, in order to verify if these formations follow the above described usage tendencies and restrictions, and if it is possible to detect new tendencies. We have observed, among other minor characteristics, that: the suffix -ção, the most frequent nominalizing suffix, can be combined with second-conjugation verbs, a phenomenon attested only very recently in the Portuguese language; the suffixes -ção and -agem have presented colloquial or playful connotations, especially the so-called iterative -ção; the forms -nça and -ncia are being used with diverging connotations, which can indicate that they should not be analyzed as allomorphic forms of the same suffix. Finally, we propose a way of describing these neological nominals, to be used in the Dicionário de Neologismos do Português Brasileiro Contemporâneo (Década de 90) (Dictionary of Neologisms of Contemporary (90’s) Brazilian Portuguese.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
siginifica que o arquivo pode ser somente acessado dentro da Universidade de São Paulo.
Data de Publicação
2006-03-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.