• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-24112009-141924
Documento
Autor
Nome completo
Ana Regina Vaz Calindro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Morais, Maria Aparecida Correa R Torres (Presidente)
Alkmim, Tania Maria
Oliveira, Márcia Santos Duarte de
Título em português
A colocação dos pronomes clíticos em O Patrocínio: periódico da imprensa negra de Piracicaba
Palavras-chave em português
Clíticos
História do português
Imprensa negra
Sintaxe
Resumo em português
Esse trabalho baseia-se no estudo da colocação pronominal, pois este já é reconhecidamente um fator crucial na identificação de diferenças gramaticais entre PE e PB, verificadas desde o século XVIII.O objetivo deste trabalho é verificar se há alguma característica na linguagem dos jornais de imprensa negra que os diferencie dos da imprensa de circulação mais ampla e de outros documentos da época. E, assim, confirmar a diferença entre as variantes brasileira e europeia da língua portuguesa não é apenas superficial, mas gramatical, uma vez que enquanto o PE se tornou uma língua de colocação enclítica dos pronomes átonos, o PB tornou-se a mais proclítica das línguas românicas. Sendo assim, foram analisados dois jornais: O Patrocínio (1925- 1930), um periódico da imprensa negra da cidade de Piracicaba; e, a título de comparação, A Gazeta de Piracicaba (1882-1937), um exemplar da imprensa majoritária da época. Os jornais são constituídos de textos de diversos gêneros que trazem, portanto, dados que possuem características distintas e particulares em um mesmo periódico. Nesse contexto, o interesse pela imprensa negra surgiu da possibilidade de analisar textos escritos majoritariamente por negros e para negros. Devido a fatores sociais ligados à escolarização da população negra do período, havia a possibilidade do vernáculo da época encontrar-se mais exposto nesse material. Sendo assim, pretendia-se observar se a colocação brasileira se apresentava de forma mais saliente nesses textos que nos da imprensa majoritária. Porém, a história social mostrou que esses periódicos foram escritos por negros que haviam tido acesso, das mais diversas formas, aos padrões cultos da língua. Dessa maneira, a fim de se adequar aos padrões da sociedade da época, buscavam manter a variante culta da língua em sua escrita. De fato, na comparação dos dados da imprensa negra com os da imprensa majoritária foi possível perceber - no que se refere ao fenômeno estudado - uma grande semelhante entre ambos os jornais. Em particular, verificou-se que esses periódicos apresentam padrões de colocação próximos, ou seja, ambos mostram, ao lado da colocação lusitana, a colocação brasileira em percentuais que não se diferenciam significativamente.
Título em inglês
The placement of clitic pronouns in O Patrocínio: journal of the black press of Piracicaba
Palavras-chave em inglês
Black press
Clitic placement
Portuguese History
Syntax
Resumo em inglês
This research is based on the investigation of clitic placement in Portuguese, since this a factor of great importance to identify grammatical differences between Brazilian Portuguese (BP) and European Portuguese (EP), acknowledged since the eighteenth century. The main aim is to verify whether there is any specific characteristic on the texts from the so called black press that distinguishes them from the major press from the period. And, then, confirm that the differences between the Brazilian and European variants exist not only superficially, but also in their inner grammar features. While EP has become a language that prefers enclitic placement, BP is the most proclitic of all romance languages. Hence, two newspapers have been analyzed: One of them, named O Patrocínio (1925-1930), represents the so black press, and the other one, called Gazeta de Piracicaba (1882-1937) is from the major press. Newspapers consist of different text genres, thus this data contains different and particular features among the same paper. In this context, the analysis of a black press newspaper is particularly interesting once the texts were mainly written by afro-descendents people, to afro-descendents. Therefore, the language that was actually used by the people at that time was expected to be found. However, the social and historical aspects of the period showed that, somehow, the main writers of these papers had access to the normative grammar of the language. So, as their purpose was to fit in the society of the period, they tried to maintain, in their texts, what was considered to be the correct grammar at the time. Hence, when the data from both papers was compared, it was verified that they have a very similar clitic placement. That is, both of them present the standard European placement along with the Brazilian placement with very similar percentages.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-02-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.