• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.8.2013.tde-27092013-100939
Documento
Autor
Nombre completo
Cássia Yukari Yamauchi
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2013
Director
Tribunal
Morais, Maria Aparecida Correa Ribeiro Torres (Presidente)
Berlinck, Rosane de Andrade
Oliveira, Márcia Santos Duarte de
Título en portugués
Expressão do objeto indireto no português brasileiro: testemunho linguístico em peças de teatro dos séculos XIX e XX
Palabras clave en portugués
Clítico dativo
Objeto indireto
Preposição
Resumen en portugués
Estudos que tratam da sintaxe dos objetos indiretos (OI) no português brasileiro (PB), com base em dados coletados de fonte documental histórica, revelam o uso variado das preposições a e para com OIs interpretados como recipiente/meta, no contexto dos verbos de transferência e movimento, entre eles, dar, levar, e outros. Tais estudos revelam ainda a ausência da preposição a com os chamados verbos de criação, entre eles, construir, desenhar, pintar, etc. nos quais OI é interpretado como beneficiário. Outro fato relacionado aos anteriores pode ser descrito da seguinte forma: no PB, o OI não mais é expresso pelos clíticos dativos de 3a pessoa. Tal estratégia está restrita à escrita formal. Isso sugere que sua expressão morfológica foi afetada. Nosso principal objetivo nesta dissertação é contribuir com novas evidências dos aspectos dinâmicos que caracterizam a variação e mudança na história do PB, com base em um corpus constituído de dados extraídos de peças teatrais dos séculos XIX e XX. Como será mostrado, nossos resultados corroboram os estudos anteriores: há uma forte queda na frequência dos clíticos dativos em seu uso de 3a pessoa. Estes deixam de ser a estratégia principal na expressão do OI pronominal. Com base em Torres Morais & Salles (2010) e trabalhos subsequentes, assumimos que a mudança paramétrica na gramática do PB pode ser descrita como a perda do núcleo aplicativo baixo que introduz o OI dativo em estruturas bitransitivas. A configuração em que uma preposição lexical introduz o OI como seu complemento oblíquo é a única opção encontrada no PB. Por ser um modelo internalista, a Teoria dos Princípios e Parâmetros propõe que a mudança sintática é ativada durante o processo de aquisição da língua materna. A mudança no valor de um parâmetro é catastrófica: uma vez fixado na fase de aquisição da linguagem não poderá ser refixado (cf. Lightfoot, 1979, 1997, 1999). Este tipo de abordagem, porém, não traz respostas para as questões que se referem à dinâmica da mudança sintática. Portanto, seguindo Roberts (2007), assumimos que é perfeitamente possível e desejável que se busque conciliar a abordagem proposta no quadro da teoria dos P&P e a abordagem proposta na Teoria da Variação e Mudança Linguística, tal como formulada por Weinreich, Labov & Hersog (1968) eLabov (1972, 1994).Assumimos ainda a ideia da competição de gramáticas, como proposta por Kroch (1989, 2000, 2001).
Título en inglés
Expression of the indirect object in the Brazilian Portuguese: linguistic evidence in theatrical plays from the XIX and XX centuries
Palabras clave en inglés
Dative clitic
Indirect object
Preposition
Resumen en inglés
Studies on the syntax of indirect objects (IO) in Brazilian Portuguese (BP), with data collected from a varied source of historical documents, reveal the variable use of the prepositions a and para introducing the recipient/goal argument, with predicates of transference, such as dar (to give), etc. Another relevant fact is that the preposition a is lost in contexts in which the IO is interpreted as the benefactive, with verbs of creation, such as construir (to build), etc., being replaced by para. Also, a related property is that the IO is no longer expressed by the 3rd person dative pronoun lhe, suggesting that its morphological expression is affected. Our main goal is to contribute to this aspect of variation and change in the history of BP from the perspective of a new data extracted from 19th and 20th centuries plays. Our results corroborate previous studies: there is a strong decrease in the frequency of 3a person dative clitics as a main strategy on the expression of the pronominal IO. Based on Torres Morais & Salles (2010) and subsequent studies we assume a parametric change in the BP grammar, described as the loss of the low applicative head that introduces the dative IO in ditransitive contexts. Thus configuration with the lexical/true preposition is the only option found in (Standard) BP. As an internalist model, the Principles and Parameters Theory assumes that syntactic change is driven by the first-language acquisition process. Consequently the parametric change is catastrophic in each individual in process of learning the mother tongue (cf. Lightfoot, 1979, 1997, 1999). This kind of approach is not insightful for a number of questions concerning the dynamics of syntactic change. Then, following Roberts (2007) we assume that it is perfectly possible and desirable to reconcile the P&P approach with the Theory of Variation and Change, as proposed by Weinreich, Labov &Hersog (1968) e Labov (1972, 1994). We assume also the ideia of competing grammar as proposed by Kroch (1989, 2000, 2001).
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2013-09-27
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.