• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-28092010-094634
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Barreto do Prado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Barzotto, Valdir Heitor (Presidente)
Gil, Beatriz Daruj
Johnen, Thomas
Título em português
(Des)estabilida(des) da produção Sociolinguística: contra a manutenção da ordem.
Palavras-chave em português
Análise do discurso
Produção do conhecimento
Sociolinguística
Variação linguística
Resumo em português
Nosso objetivo é analisar a produção acadêmica acerca da Sociolingüística no Brasil, a fim de verificar quais valorações sociais, relações de poder e imagens percorrem tal produção. Para tanto, tomamos algumas expressões características e, a princípio, imprescindíveis às conceitualizações dessa área do conhecimento. O corpus da pesquisa foi constituído de maneira a focar a reflexão no interior da própria produção acadêmica, a partir de uma coletânea de textos de grande circulação, que abordam de diferentes formas o tema das variações na língua: em material didático, na literatura, na formação histórica do português brasileiro e no uso cotidiano da língua pelos falantes. Pressupomos que, apesar da alegada respeitabilidade a todas as variedades, encontrada nos textos analisados, advinda das reflexões opositoras à Gramática Tradicional, ainda estava presente a imposição de apenas uma forma legítima de variedade; além disso, a posição das novas reflexões lingüistas permanecia como autoridade oferecedora de uma língua mais adequada à realidade nacional, expropriando do falante sua própria língua. Para realizar nosso exame, recorremos às reflexões da Análise do Discurso, essencialmente a Michel Pêcheux, do qual trabalhamos a ideia de processo de produção de um discurso, envolvendo nesse sentido as condições sócio-históricas para tal produção; e a ideia de espaços estabilizados, em que os discursos trabalham pela manutenção dessa estabilidade. Concluímos que: a) possibilidade de um pacto tácito que impede um uso homogêneo dos termos para que não se discuta seu significado; b) uma postura de oferecimento de uma determinada língua aos falantes, movimento parecido ao dos gramáticos, anteriormente lugar de crítica dos sociolinguistas. Por fim, pensamos que a produção acerca da variação linguística procura garantir a estabilidade dos espaços sociais (incluindo os Institucionais) recomendando a fala ao contexto (ou à situação).
Título em inglês
Destabilization of sociolinguist production: against the maintenance of order.
Palavras-chave em inglês
Discourse analysis
Knowledge production
Linguistic variation
Sociolinguistics
Resumo em inglês
Our aim is to analyze the academic production concerning Sociolinguistics in Brazil to verify which social values, power relation and images go beyond that production. To do so, we have taken some characteristically expressions, and as an essential start pointing the concepts of this field of knowledge. The research corpus was constituted in a way to focus the reflection inside the academic production, starting with a collection of texts from great circulation, which deal with in different ways the theme about the language variation: didactic material, literature, the historical formation of Portuguese in the everyday use of the language by the speakers. We think that, in spite of the alleged respectability to all varieties found in the analyzed texts, that came from of the opposition to the Traditional Grammar, it was still under the imposition of only one legitimate way of variety; in addition to this, the position of new linguistics thoughts remained as an offered authority of a more adequate language to the national reality, taking the speakers away from their own language. To realize our exam, we resort to the thoughts of the Discourse Analysis, essentially to Michel Pêcheux, from whom we work the idea of production process of a discourse, involving in this way the pre-hystorical conditions to such production; and the idea of stable spaces, in which the discourses work for the maintenance of this stability. We concluded that: a) the possibility of an implicit pact that prevent the homogenous use of the terms not to discuss their meanings; b) an attitude of offering a determined language to the speakers, movement similar to the grammarian, before under the criticism of sociolinguistics. Finally, we think that the production concerning the linguistic variation try to guarantee the stability of two social spaces (including the Institutional) recommending the speech to the context (or to the situation).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.