• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2011.tde-31052011-112535
Documento
Autor
Nome completo
Ana Maria Ribeiro de Jesus
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Alves, Ieda Maria (Presidente)
Tagnin, Stella Esther Ortweiler
Barbosa, Maria Aparecida
Barros, Lidia Almeida
Lepine, Jacques Raymond Daniel
Título em português
Terminologia da Astronomia: estudo da neologia e da variação
Palavras-chave em português
Astronomia
Neologia
Terminologia
Variação terminológica
Resumo em português
O presente trabalho, inserido no âmbito da disciplina terminológica, tem como principal objetivo a observação de dois fenômenos linguísticos no domínio da Astronomia: a neologia e a variação terminológica. Para tanto, o corpus da pesquisa é constituído por textos de diferentes graus de especialização: obras de Astronomia geral, obras de divulgação científica, teses e dissertações recém-defendidas na área. O termo neológico é tratado sob um enfoque social, assumindo-se a dinamicidade inerente às línguas de especialidade, particularmente às áreas científicas que mais dependem dos avanços tecnológicos, tal como a Astronomia. Ao mesmo tempo, observou-se que a variação terminológica é notável em todos os níveis do corpus de análise e que mesmo os termos neológicos surgem, muitas vezes, ao lado de variantes. Para determinar o caráter da neologicidade dos termos, baseou-se nos critérios tradicionalmente seguidos na pesquisa neológica, como o corpus de exclusão, e em outros critérios propostos, como as marcas metalinguísticas. Em um viés paralelo, levantou-se, a partir do corpus de Astronomia geral, uma árvore do domínio trilíngue, estabelecendo-se as equivalências, em português, inglês e francês, entre aproximadamente 500 termos de oito subdomínios da área. Assim, os estrangeirismos de origem inglesa, em particular os decalques, mostraram-se predominantes no que concerne à criação lexical na área; por sua vez, a variação sintática é a forma mais produtiva de variantes. Por fim, com base nas particularidades da linguagem do domínio, propomos, então, uma classificação tipológica para cada um desses fenômenos na terminologia da Astronomia.
Título em inglês
Terminology of Astronomy: a study on neology and variation
Palavras-chave em inglês
Astronomy
Neology
Terminological variation
Terminology
Resumo em inglês
The present study, within the context of Terminology, aims at investigating two linguistic phenomena in the field of Astronomy: neology and terminological variation. Therefore, the corpus is composed of texts of different degrees of specialization: General Astronomy books, popular science magazines, theses and dissertations recently defended in this area. Neological unity is treated under a social focus, assuming the dynamics which is inherent to specialized languages, especially to the scientific areas that are closely related to technological advances, such as Astronomy. At the same time, it was observed that the terminological variation is remarkable at every level of the corpus, and that even the neological terms often come up along with variants. In order to determine the neological character of terms, the analysis was based on criteria traditionally followed in neological research, such as the corpus of exclusion, and other proposed criteria, such as metalinguistic elements. Tangentially, a trilingual conceptual structure was organized, based on the general Astronomy corpus, establishing equivalences, in Portuguese, French and English, among about 500 terms in eight subdomains of the domain. Thus, English foreign words, especially calques, were shown to be predominant with regard to neologisms in this field; in turn, syntactic variation is the most productive form of variants. Finally, based on the specifications of the language of the domain, we propose, then, a typological classification for each of these phenomena in the terminology of Astronomy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese_jesus_2011.pdf (2.56 Mbytes)
Data de Publicação
2011-07-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.