• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Waldir Moreira de Sousa Júnior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Duarte, Adriane da Silva (Presidente)
Macedo, José Marcos Mariani de
Santos, Fernando Brandão dos
Vieira, Trajano Augusto Ricca
Título em português
O dionisismo na obra trágica de Eurípides sobre o ciclo tebano
Palavras-chave em português
Coro trágico
Dionisismo
Eurípides
Tebas
Resumo em português
Está bem assente nos estudos clássicos que a poesia coral grega, de caráter essencialmente performático, realizava funções extrapoéticas cívicas e religiosas. Não é bem compreendido, entretanto, a relação entre o coro do gênero trágico e As Grandes Dionísias, o principal festival de encenação da tragédia da Atenas do século V a.C. Há uma rica gama de estudos, hodiernos ou não, que têm debatido com afinco a questão acerca do relacionamento desse gênero com a divindade grega Dioniso. As soluções, teorias e interpretações advindas daí são muitas vezes díspares e controversas. Considerando esse problemático espectro teórico, ofereço um estudo sobre o dionisismo na obra trágica de Eurípides atinente à cidade de Tebas. Analisando tanto as tragédias que nos chegaram de maneira integral (As Bacantes, As Fenícias, As Suplicantes e Héracles) como as fragmentárias (Antíope, Crisipo, Enomau, e Hipsípile), realizo a aproximação entre tragédia e dionisismo tomando o coro como fator unitivo desses dois fenômenos culturais-religiosos. Nesse sentido, revisito a questão qual a função do coro trágico?, já muito feita, mas até hoje mal compreendida, a fim de entender qual a relação do coro com o festival e com o enredo da tragédia. Argumento que o coro, ao mesmo tempo que exerce uma precípua participação no enredo de cada tragédia, também realiza a ligação entre o gênero trágico e seu contexto de festival. Proponho uma análise pari passu de todos os cantos corais das tragédias citadas acima.
Título em inglês
Dionisism in the tragic work of Euripides about Thebes
Palavras-chave em inglês
Dionisism
Euripides
Thebes
Tragic chorus
Resumo em inglês
It is deep-rooted in the hellenic studies the assertion that the choral greek poetry, essentially performatic in its structure, carried out civic and religious duties. Nevertheless, it is not well understood the relation between the tragic chorus and the Great Dionysia, the main festival where the staging of tragic plays did occur in the Athens of the fifth century b.C. There are plenty of studies, more or less contemporary to us, which stubbornly investigate the interconnections between the tragic genre and the greek deity Dionysus. The answers, explanations, theories and elucidations about such a topic are frequently dissimilar and controversial. Taking these matters into account, I am concerned in writing about the dionisism in the tragic work of Euripides related to the city of Thebes. By searching into both the complete (Bacchae, Phoenissian Women, Suppliant Womend and Heracles) and fragmentary plays (Antiope, Chryssipus, Hypsipyle and Oenomaus), I intend to show that the chorus is what makes the tragedy genre and the dionisism become one only cultural and religious phenomenon in the festival. In this way, in order to understand what is the relation between the chorus and the tragic plot, I firstly revisit the question what is the role of the greek chorus?. I argue that the chorus is as important to the plot as to put the tragic genre in its particular context, that is, the context of festival. A pari passu analysis of all the choral odes of the above mentioned tragedies will be made.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.