• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-03112009-161008
Documento
Autor
Nome completo
Marcia Romero Marçal
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Marco, Valeria De (Presidente)
Arcuri, Silvia Inés Cárcamo de
Kirschbaum, Saul
Natali, Marcos Piason
Vidal, Ariovaldo José
Título em português
Jorge Semprún: forma precária e literatura de testemunho
Palavras-chave em português
Dialética e fragmentação
Forma precária
Jorge Semprún
La escritura o la vida
Literatura de testemunho
Resumo em português
A tese dedica-se ao estudo de La escritura o la vida de Jorge Semprún. Examina como na obra o narrador, sobrevivente do campo de concentração de Buchenwald, desenvolve uma trajetória dialética para poder narrar sua experiência do campo: primeiro nega sua identidade de sobrevivente para, 47 anos depois, assumi-la na escrita como negatividade que põe em risco permanente sua vida como escritor testemunha da catástrofe. A história dessa superação provisória e permanente da negatividade do campo estrutura-se mediante a fragmentação textual e o diálogo. A contraposição da voz do narrador a vozes de outras personagens e a textos diversos indica que somente através da fragmentação discursiva ele pôde aproximarse do horror vivenciado no campo, pois ela se lhe apresenta como o único modo de exprimir a dialética entre a necessidade do diálogo do narrador com seu passado e a impossibilidade de com ele reconciliarse. A precariedade do sobrevivente objetiva-se na forma precária do romance, marca de singularidade desta obra de Semprún na literatura de testemunho.
Título em inglês
Jorge Semprun: precarious form and literature of testimony
Palavras-chave em inglês
Dialetic and fragmentation
Jorge Semprún
La escritura o la vida
Literature of testimony
Precarious form
Resumo em inglês
The thesis devotes itself to the study of La escritura o la vida by Jorge Semprún. It examines how the narrator, a survivor from Buchenwalds concentration camp, develops in the work a dialectic trajectory in order to be able to narrate his experience at the camp: firstly denying his identity as a survivor for, 47 years later, assuming it in the writing as a negativity that puts a permanent risk on his life as a witness writer of the catastrophe. The history of this temporary and permanent overcoming of the negativity of the camp structures itself through textual fragmentation and dialogue. The contraposition of the narrators voice to the voices of other characters and to different texts points that it was only through discursive fragmentation that he could come closer to the horror experienced at the camp, since it presents itself to him as the only way to express the dialectics between the narrators necessity of dialogue with his past and the impossibility of reconciling himself with it. The survivors precariousness objectifies itself in the precarious form of the novel, a mark of uniqueness of this work by Semprún in the literature of testimony.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-11-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.