• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-09082016-094058
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Marcelle de Andrade Freitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Kulikowski, Maria Zulma Moriondo (Presidente)
Couto, Leticia Rebollo
Hilgert, José Gaston
Santoro, Elisabetta Antonietta Rita Maria Carmela
Silva, Luiz Antonio da
Título em português
A cortesia em grupos de estudo: as diferentes estratégias utilizadas por brasileiros e chilenos no contexto acadêmico
Palavras-chave em português
Cortesia
Imagem social
Interação oral
Pragmática sociocultural
Premissas culturais
Resumo em português
Esta pesquisa se fundamenta na pragmática sociocultural, com o propósito de descrever, dentro do próprio sistema sociocultural a que pertencem os falantes do estudo, a produção e a interpretação das mensagens transmitidas (Bravo, 2010). Pretende-se ir, por um lado, para além da análise da transcrição de um corpus específico (Charaudeau, 2012) e, por outro, abrir novos horizontes para os estudos interdisciplinares, contrastivos e holísticos, cujo objeto seja o uso da linguagem. Assim, como objetivo, esta pesquisa procura descrever e contrastar estratégias pragmáticas, com foco na manifestação da cortesia, em português e em espanhol, em comunidades de fala de São Paulo e Santiago do Chile, indagando quais recursos os interlocutores, universitários em grupos de estudos, utilizam no trabalho de imagem em atos assertivos e exortativos. Para isso, apresentamos uma proposta metodológica que visa a delinear aspectos das construções discursivas, a revelar a complexidade dos fenômenos da interação oral e a variedade de componentes envolvidos em uma situação comunicativa. Nesse sentido, definimos quatro etapas: o enfoque interdisciplinar, a análise do corpus oral, os testes de hábitos sociais (Hernandez Flores, 2002; Contreras, 2004 e Bernal, 2007) e o contraste cross-cultural. O corpus é composto por vinte e cinco horas de gravações em vídeo de reuniões em grupo de estudantes universitários, no Chile e no Brasil, e quarenta testes de hábitos sociais de cada comunidade de fala também. Em uma análise sincrônica, identificamos no contexto brasileiro, a tendência de o indivíduo projetar a imagem de cordialidade, cooperação e semelhança na gestão da autoimagem. Entre os interlocutores chilenos, a imagem de ordem e a de hierarquia foram as que se evidenciaram. Na gestão interrelacional, destacamos contrastes, além de semelhanças, entre algumas estratégias pragmáticas: o fenômeno da atenuação assertiva, nas intervenções brasileiras, em maior número se associa a posturas afiliativas, na gestão da alo- e autoimagem; no material de análise chileno, a atenuação, muitas vezes é construída como uma estratégia autocêntrica; em ambas as comunidades de fala encontramos mecanismos de autorrepetição e intensificação, vinculados à força argumentativa e fenômenos de heterorrepetição que promovem o contato social; no entanto, no contexto chileno, a heterorrepetição ocorre na expressão do desacordo com mais frequência do que no contexto brasileiro; realizados de maneira direta, encontramos atos exortativos, como a petição, em interações brasileiras e chilenas, mas nas primeiras, geralmente, ocorrem atos de justificação, a expressão da diminuição do custo para os ouvintes e, em maior grau, mecanismos de atenuação. Os resultados, que encontraram eco em estudos de outras ciências do comportamento humano, na análise do corpus e nas respostas dos informantes dos testes hábitos sociais, podem sinalizar a projeção de experiências específicas de um corpus a um estilo de cortesia que se estenda a outras situações de comunicação sem prescindir da enorme diversidade do uso da linguagem (Bravo, 2004).
Título em inglês
Politeness in study groups: different strategies used by Brazilians and Chileans in an academic context
Palavras-chave em inglês
Cultural premises
Face
Politeness
Sociocultural pragmatics
Verbal interactions
Resumo em inglês
This research is based upon sociocultural pragmatics and aims at describing within the very sociocultural system to which the speakers participating in this study belong how transmitted messages are produced and interpreted (Bravo, 2010). On the one hand, this research aims at going beyond analyzing the transcription from a certain corpus (Charaudeau, 2012); on the other, opening up new horizons for interdisciplinary, contrastive and holistic studies on the use of language. Thus, this research aims at describing and contrasting pragmatic strategies focused on how politeness is shown both in Portuguese and Spanish within speaking communities from São Paulo, Brazil, and Santiago, Chile while investigating which features are used by interlocutors (undergraduates in study groups) in their face-work during assertive and persuasive acts. In order to do so, our proposed methodology is aimed at outlining the core of discursive constructions, unveiling the complexity of verbal interaction phenomena and the variety of components involved in a communication situation. To that end, four stages have been defined: interdisciplinary focus, speech corpus analysis, social behavior tests (Hernandez Flores, 2002; Contreras, 2004 and Bernal, 2007) and cross-cultural contrast. The corpus consists of about five hours of videotaped undergraduate study group meetings in Chile and Brazil and 40 social behavior tests from each speaking community. In a synchronous analysis, we found that Brazilian individuals tend to convey an image of kindness, cooperation and similarity in managing their self-image. An image of order and hierarchy stood out among Chilean interlocutors. As to inter-relationship management, contrasts and similarities were noted between a few pragmatic strategies: in Brazilian interventions, the assertive attenuation is mostly connected with affiliative postures in allo-image and self-image management; in the Chilean material, attenuation is often constructed as an self-centric strategy. Self-repetition and intensification mechanisms (linked to argument strength) and hetero-repetition fostering social contact were found in both speaking communities. Nevertheless, hetero-repetition occurs more often when expressing disagreement in Chilean context than in the Brazilian context; it is performed directly and with exhortative acts (such as petition) in Brazilian and Chilean interactions, but the former usually present justification acts, expression of effort reduction for listeners and in a higher degree attenuation mechanisms. The results which were supported by studies from other behavioral sciences, corpus analysis and answers from informants of social behavior tests can indicate the projection of experiences that are specific to a corpus to a politeness style comprising other communication situations without forgoing the immense diversity of the use of language (Bravo, 2004).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-08-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.