• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2013.tde-18122013-123125
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Macedo de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Cintrão, Heloísa Pezza (Presidente)
Gonçalves, José Luiz Vila Real
Varalla, Mirta María Groppi Asplanato de
Título em português
Análise da interferência em traduções do gênero receita realizadas por estudantes brasileiros de espanhol como língua estrangeira
Palavras-chave em português
Estudos da tradução
Estudos de processo e produto tradutório
Gênero receita
Interferência
Linguística de corpus
Tradução no par português-espanhol
Resumo em português
Neste trabalho propomos uma análise do fenômeno da interferência em traduções do gênero receita feitas por estudantes brasileiros de E/LE, com base num estudo empírico de corpus comparável, corpus paralelo e dados cognitivos. Entendendo a interferência como a incorporação de elementos de uma língua na produção em outra (MACKEY, 1970 apud PRESAS, 2000), acreditamos que a utilização de uma estrutura frequente no texto fonte, mas pouco usual na língua meta, constitui um resultado indesejável/não natural (TAGNIN, 2005), especialmente no caso de textos que se pretendem comunicativos, como é o caso da receita. A partir de dados empíricos, o estudo buscou verificar a hipótese de Presas (2000), segundo a qual é possível encontrar na tradução um tipo de interferência que, ao contrário do fenômeno normalmente descrito nos estudos de aquisição/aprendizagem, atuaria na direção oposta, ou seja, da língua estrangeira sobre a língua materna. De acordo com nossa suposição inicial, certas estruturas poderiam favorecer a incidência desse fenômeno, exatamente por apresentarem um funcionamento análogo, mas não idêntico, nas duas línguas. Com o propósito de investigar essa hipótese, coletamos um corpus de traduções para o português de uma receita em espanhol, feitas por estudantes brasileiros em dois momentos distintos do bacharelado de letras português-espanhol, na metade (alunos egressos de Língua Espanhola 3) e no final do curso (alunos egressos de Tópicos Contrastivos). Focalizamos nesse material a tradução das orações subordinadas temporais introduzidas por cuando e hasta e das finais encabeçadas por para. Para caracterizar o emprego/seleção de certas construções sintáticas como um tipo de interferência em tradução, foi fundamental certificar-nos de que as estruturas encontradas nas traduções não eram de fato as mais frequentes no gênero em língua portuguesa. Nesse sentido, valemo-nos de um corpus especialmente coletado para esse fim, formado de receitas escritas em português e espanhol. Pareceu-nos igualmente importante que fizessem parte do corpus outras duas tarefas, além da tradução, (i) uma atividade de produção livre, na qual os sujeitos teriam de escrever uma receita em português a partir de uma sequência de imagens, e (ii) uma atividade de produção dirigida, na qual tivessem de completar, também em uma receita em português, espaços correspondentes às orações subordinadas que nos interessava observar. Objetivávamos verificar: 1) qual era a forma mais frequente para as orações subordinadas com cuando/quando, hasta/até e para/para no gênero receita nas línguas espanhola e portuguesa; 2) se o uso que os estudantes brasileiros fariam das construções temporais e finais para escrever e completar as receitas em língua portuguesa coincidiria com as estruturas utilizadas por eles na tradução; e 3) se haveria diferenças entre receitas coletadas na internet, escritas originalmente em português, e as produções dos estudantes. Essas três tarefas foram realizadas num programa específico, o Translog (JAKOBSEN, 1999), que nos proporcionou alguns dados para o estudo do processo tradutório (como a ocorrência ou não de pausas nessas construções). Como fundamentação teórica, utilizamos os conceitos de interferência nos Estudos de Aquisição de Segundas Línguas e nos Estudos da Tradução e de naturalidade e realizamos um estudo contrastivo das orações subordinadas temporais e finais nas duas línguas. Como metodologia, lançamos mão de alguns princípios da Linguística de Corpus e também de técnicas dos estudos de processo em tradução.
Título em inglês
Investigating interference in the translation of recipes by Brazilian students of Spanish as a foreign language
Palavras-chave em inglês
Corpus linguistics
Interference
Recipes
Studying translation processes and translation output
Translating from and into Brazilian Portuguese and Spanish
Translation studies
Resumo em inglês
This study aims at investigating interference in the translation of recipes carried out by Brazilian students of Spanish as a foreign language, based on an empirical study of a comparable corpus, a parallel corpus, and cognitive data. Understanding interference as the incorporation of elements of a language when producing another (MACKEY, 1970 apud PRESAS, 2000), we believe that using a structure which frequently occurs in the source text, but does not occur frequently in the target language leads to a an undesirable and unnatural result (TAGNIN, 2005), specially in the case of communicative texts, such as is the case of the recipe genre. Based on empirical data, this study aimed at verifying the hypothesis in Presas (2000), according to which it is possible to find in translation a type of interference that, contrariwise to the phenomenon commonly described in language acquisition/earning, acts in the opposite direction, that its, from the foreign language to the mother tongue. According to our initial assumption, certain structures may favor the occurrence of this phenomenon, precisely because they function analogously, but not identically, in both languages involved. To investigate this hypothesis, a corpus was built with translations of recipes into Brazilian Portuguese from Spanish. The translations were carried out by Brazilian students on two different occasions of the Portuguese-Spanish undergraduate course: in the middle of the course (L3) and at the end of the course (TC). For this study we used the corpus to focus on the translation of subordinate time clauses beginning with cuando and hasta, and of finality clauses starting with para. In order to establish the use/selection of certain syntactic constructions as a type of interference in translation, it was essential to verify that the structures found in the translations where not in fact the most frequent in the recipe genre in Brazilian Portuguese. In this respect, we used a corpus specially built to this end made up of recipes originally written in English and Portuguese. It was considered equally important in terms of corpus building that two other tasks, besides translation were included in the corpus, (i) a free writing task, according to which the subjects had to write a recipe in Portuguese based on a sequence of pictures, and (ii) a cloze task, according to which they had to fill in the spaces, which corresponded to the subordinate clauses object of this study, in a recipe in Portuguese. The goal was to identify: 1) which was the most frequent form used in subordinate clauses with cuando/quando, hasta/até, and para/para in recipes in Spanish and Brazilian Portuguese; 2) whether Brazilian students would use time clauses and finality clauses to write and complete recipes in Portuguese in the same way they used the structures in their translations; and 3) whether there were differences among the recipes gathered on the internet, recipes originally written in Portuguese, and the recipes written by the students. These three goals were attained with the aid of a specific software: Translog (JAKOBSEN, 1999), which provided part of the data used to investigate the translation process (such as the occurrence or of pauses in the clauses, or lack thereof). The chosen theoretical background was based on the concepts of interference in second language acquisition and in translation, and naturalness, in order to carry out a contrastive study of subordinate time and finality clauses in both languages. The method used was based on some of the principles of Corpus Linguistics, in addition to process studies techniques.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.