• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-24042014-103843
Documento
Autor
Nombre completo
Isabel Cristina Contro Castaldo
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2013
Director
Tribunal
Gonzalez, Neide Therezinha Maia (Presidente)
Bottaro, Silvia Etel Gutierrez
Varalla, Mirta María Groppi Asplanato de
Título en portugués
Hay allí cuestiones que (no) queremos entrar: as construções relativas em PB e em E - semelhanças e diferenças no seu fucionamento e o seu papel na aprendizagem de ELE por falantes do PB
Palabras clave en portugués
Duplicação de relativos
Estratégias de relativização
Relativas cortadoras
Relativas despronominalizadas
Relativas duplicadas
Resumen en portugués
Este trabalho tem como objetivo observar as estratégias de relativização utilizadas por estudantes brasileiros adultos de espanhol como língua estrangeira e uma eventual influência da língua 1 (L1) nas preferências constatadas nessa produção. Para tanto, fizemos, primeiramente, um estudo comparado entre as estratégias de relativização presentes no português brasileiro (PB) e no espanhol (E). Nesse estudo, observamos a presença e a ausência, junto às relativas do tipo padrão simples (sem preposição) e às relativas do tipo padrão piedpiping (com preposição), das chamadas relativas cortadoras, (TARALLO, 1993), típicas do português brasileiro (PB), e das relativas com pronomes cópia, estruturas conhecidas como de despronominalización de relativos (LOPE BLANCH, 1983) ou como de (re)duplicación de relativos (BRUCART, 1999). As duas últimas estratégias de relativização, ainda que apareçam em ambas as línguas, de acordo com diversos estudos, ocorrem com diferente frequência e aceitação na língua culta dos dois idiomas, e, portanto, têm especial importância em nossa pesquisa. Para observar as consequências que a influência dessas construções relativas poderia ocasionar na produção não nativa de estudantes brasileiros aprendizes de espanhol como língua estrangeira (ELE), analisamos uma amostra de aceitabilidade, outra de produção oral e outra de produção escrita, e verificamos que a influência da L1 ocorre em algumas circunstâncias e que essa influência se deve ao fato de que as relativas cortadoras e as despronominalizadas ou (re)duplicadas fazem parte de um conjunto de características que corroboram a existência de uma inversa assimetria entre o português do Brasil e o espanhol no que se refere à presença e/ou à ausência das formas pronominais átonas ou tônicas para a expressão dos argumentos do verbo, tal como constatou González (1994).
Título en inglés
Hay allí cuestiones que (no) queremos entrar: relative constructions in PB and E - similarities and differences in their operation and their role in learning ELE by speakers of PB
Palabras clave en inglés
Cortadoras relative
Despronominalizadas relative
Duplicate relative
Duplication of relative
Strategies of relativization
Resumen en inglés
It is aim in this paper to observe the strategies of relativization used by Brazilian adults who study Spanish as a foreign language and a possible influence of the first language in the preferences shown in their production. For this, firstly, we did a compared study between the strategies of relativization in Brazilian Portuguese (PB) and in Spanish (E). In this study, we observe the presence and the absence, in the simple standard relative (without preposition) and the piedpiping standard relative (with preposition), relative clauses known as cortadoras relative or pp-chopping, (TARALLO, 1993), typical of Brazilian Portuguese (PB) relatives, and the relative with redundance inside relative clauses or with resumptive pronouns, structures known as despronominalizadoras (LOPE BLANCH, 1983) or as (re)duplication of relative (BRUCART, 1999). According to several studies, although the two last strategies of relativization are present in both languages, they appear with different frequency and approval in the standard language, and, therefore, have a particular importance in our investigation. To observe the consequences that the influence of these relative structures could have in the non native production of Brazilian students of ELE (Spanish as foreign language), we have analyzed a sample of acceptability, a sample of oral production and a sample of written production, and verify that the influence of the first language happens under some circumstances and that it happens because of the cortadoras relative and the despronominalizadas or (re)duplicate are part of a group of characteristics that reinforce the existence of a reverse asymmetry between Brazilian Portuguese and Spanish regarding the presence and/or the absence of the atonic or tonic pronominales forms for the expression of the verb arguments, as it was found by González (1994).
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-04-24
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.