• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-30092009-155648
Documento
Autor
Nome completo
Maria Alicia Gancedo Alvarez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Gonzalez, Neide Therezinha Maia (Presidente)
Lima, Márcia Maria Cançado
Negrao, Esmeralda Vailati
Sebold, Maria Mercedes Riveiro Quintans
Varalla, Mirta María Groppi Asplanato de
Título em português
Conseqüências sintáticas e semânticas das relações de possessão em espanhol e na produção não nativa de brasileiros
Palavras-chave em português
Clíticos dativos
Espanhol não nativo
Língua materna
Língua meta
Padrões sintáticos
Resumo em português
Este estudo consiste na comparação de três amostras lingüísticas: o espanhol não-nativo de estudantes brasileiros adultos, o espanhol nativo de informantes montevideanos (considerada como língua meta), e o português do Brasil (língua materna). Todos os informantes receberam uma situação teste em forma de história em quadrinhos, sem texto escrito, de modo que o conteúdo semântico fosse o mesmo e também fossem evitadas as influências léxicas. A situação teste, solicita em espanhol, o uso de estruturas com clíticos dativos, que expressam relações de possessão. Sua realização e a realização de outras estruturas constituem as variáveis lingüísticas a partir das quais, são examinadas e comparadas as diferentes projeções sintáticas. As referências teóricas e o modelo de análise propostos por Fernández e Anula (1995), compatíveis com algumas das teorias de maior poder explicativo na área da lingüística e da aquisição de línguas, contribuíram significativamente pela atenção dedicada aos fenômenos da língua espanhola. Os resultados do nosso estudo mostram estruturas idiossincrásicas no espanhol nãonativo, que respondem a padrões sintáticos regulares, em sua maioria habilitados pelo sistema da língua materna. A análise estatística quantifica as variáveis e mostra distâncias entre o espanhol não-nativo e a língua meta, e entre aquele e a língua materna.
Título em inglês
Syntactical and semantical consequences of possessive relations in Spanish and in non-native production of Brazilians
Palavras-chave em inglês
Dative clitics
Mother language
Non-native spanish
Syntactic patterns
Target language
Resumo em inglês
This study consists of a comparison among three linguistic samples: the non-native Spanish of adult Brazilian students, the native Spanish of Montevidean informants (considered as target language), and Brazilian Portuguese (the mother language). All informants received a test situation shown in the comics form, with no written text, so semantic content was the same and lexical influences were avoided. The test situation, in Spanish, requires the usage of structures with dative clitics, which express possessive relations. Its realization and the realization of other structures constitute the linguistic variables, from which diferent projections are examined. The theoretical references and the model of syntatic analysis proposed by Fernández e Anula (1995), compatible with some theories with more explicatory power in the field of linguistics and language acquisition, contributed significantly because of the attention devoted to Spanish language phenomena. Results show idiosyncratic structures in non-native Spanish, responding to regular syntactic patterns, most of which habilitated by the mother tongue's system. The data statistical analysis quantifies variables and shows distances between the non-native Spanish and the native Spanish, and between the former and the mother language.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MARIA_ALICIA.pdf (690.28 Kbytes)
Data de Publicação
2009-09-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.