• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2017.tde-14082017-121201
Documento
Autor
Nome completo
Natalia de Oliveira Ribeiro Candido Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pino, Claudia Consuelo Amigo (Presidente)
Figueiredo, Eurídice
Inacio, Emerson da Cruz
Título em português
Violette Leduc: a travessia do deserto ao arco-íris
Palavras-chave em português
Crítica feminista
Teoria queer
Violette Leduc
Resumo em português
Essa dissertação percorre a obra da escritora francesa, Violette Leduc, elaborando uma reflexão crítica a partir das noções de performatividade e performance, tal como conceituadas por Judith Butler. O núcleo da investigação proposta é a maneira como tais noções operam na obra leduciana, sobretudo sua trilogia autobiográfica, composta pelos livros La bâtarde, La folie en tête e La chasse à lamour. A partir da lente da crítica feminista, com especial atenção aos estudos queer (sem, no entanto, esquecer as vertentes críticas que os precedem), a análise da obra de Leduc torna-se, também, uma discussão sobre poder, gêneros, sexualidades e potências da linguagem literária. As narradoras-personagens dos livros de Leduc constantemente se debruçam sobre a própria obra da autora e a tomam para si: reescrevem os livros publicados como ficcionais, denunciam suas estratégias criativas, falam sobre os impasses do exercício da escrita, desestabilizam a obra de Violette Leduc, transformando-a constantemente. Para além disso, há na literatura leduciana um questionamento recorrente das estruturas sociais, culturais e políticas que regulam os gêneros, os desejos e as práticas sexuais. Tanto a lesbiandade, a bissexualidade, a heterossexualidade, a fluidez dos desejos e das possibilidades para sua práxis quanto as feminilidades e masculinidades, são temas narrados e explorados ao longo de toda a trilogia autobiográfica e também dos romances. Tais indagações culminam em transformações na própria escrita literária, revelando como característica central da literatura leduciana a relação simbiótica entre criação (performance) e citação (performatividade).
Título em inglês
Violette Leduc: crossing from desert to rainbow
Palavras-chave em inglês
Feminist criticism
Queer theory
Violette Leduc
Resumo em inglês
The following dissertation explores the work of french writer, Violette Leduc through Judith Butlers definition for both gender performativity and performance notions. The investigations core is the part such notions play in Leducs work, especially her autobiographical trilogy, which comprehends the novels La bâtarde, La folie en tête and La chasse à lamour. This research views Leducs work from the feminist criticism perspective, with special attention to queer studies (but without losing account of the critical thinking that preceded it). The result is an literary analysis that transforms into a discussion of various themes, such as power, genders, sexualities and the different potentials for literary language. Leducs autobiographical protagonist-narrators constantly address Leducs own literary work and claim their ownership over it: they rewrite Leducs fiction and also denounce their creative strategies as well as her impasses with literary writing. The result is a narrator that destabilizes Violette Leducs work, persistently transforming it. Beyond that, in the leducian literature there is a recurrent interrogation of social, political and cultural structures that regulate genders, desires and sexual practices. Lesbianhood, bissexuality, heterossexuality, feminility and masculinity as well as desire and its practical potentialities are themes explored throughout the entire autobiographical trilogy and also in the fictional work. Such inquiries result in transformations on the very literary writing, revealing a key aspect of Leducs literature: the symbiotic relationship established between creation (performance) and citation (performativity).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.