• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-17082018-132149
Documento
Autor
Nombre completo
Regina Lima Dantas Miguel
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2018
Director
Tribunal
Dahlet, Veronique Marie Braun (Presidente)
Campos, Laura Barbosa
Ferreira, Ligia Fonseca
Mouzat, Alain Marcel
Pino, Claudia Consuelo Amigo
Título en portugués
A escritura autobiográfica em Céline: um estudo de Mort à crédit
Palabras clave en portugués
Escritura
Estilo
Gênero literário
Narrativa autobiográfica
Resumen en portugués
Atualmente, a autobiografia é considerada um gênero literário de grande alcance, o que pode ser verificado pela quantidade de títulos e variedade de obras. No entanto, sua definição não deixa de ser complexa como demonstram os numerosos estudos consagrados à matéria (Starobinski, 1970, Genette, 1972, Lejeune, 1975). A premissa que norteia a presente pesquisa sustenta-se na ideia que perante as narrativas autobiográficas, na verdade, são as estratégias ficcionais as construções narrativas que serão relevantes. Esta investigação tem por objeto o estudo da escritura autobiográfica do escritor francês Louis-Ferdinand Céline e no decorrer deste trabalho demonstraremos que diante do processo autobiográfico, certamente a problemática do estilo é de relevância ímpar uma vez que a construção de si, por parte do autor, se dá através da escritura. Neste sentido, sua produção literária nos parece ser das mais significativas. De fato, quando Céline escreve, não se impõe como necessária uma identidade entre autor, narrador e personagem ou em reconstituir a verdade de sua trajetória de vida preceitos do pacto autobiográfico mas sim em construir variações ficcionais sobre sua vida através de uma escritura suficientemente expressiva permitindo traduzir a emoção e os sentimentos dolorosos de sua realidade. Assim sendo, a hipótese que tentaremos demonstrar, a partir do estudo de nosso corpus literário, o romance Mort à crédit, é a de que Céline desenvolveu uma nova escritura autobiográfica que daria a primazia ao estilo e para tanto teria modificado as regularidades formais do gênero ao ressaltar a importância da enunciação em relação aos conteúdos. Com Céline, o discurso não tem como primeiro objetivo a narração de uma história: o importante é a expressão, ou seja, a preeminência da função estética.
Título en inglés
Autobiographical writing in Celine: a study of Mort à credit
Palabras clave en inglés
Autobiographical narrative
Literary genre
Style
Writing
Resumen en inglés
Nowadays, the autobiography is considered a wide-ranging literary genre, which is borne out by the great number of titles and variety of works. However, its definition remains complex, which is demonstrated by the number of studies devoted to the subject (Starobinski, 1970, Genette, 1972, Lejeune, 1975). The guiding premise of the present study is based on the idea that facing autobiographical narratives, in reality, are fictional strategies narrative constructions which will be of significance This research has as its object the study of the autobiographical writings of the French writer Louis-Ferdinand Céline. In the course of this work we shall be demonstrating that faced with the autobiographical process there can be no doubt that the question of style assumes disproportionate relevance, given that the the construction of self by the author is produced through the writing . In this sense, Celines literary output shows itself as one of the most significant. In fact, when the author writes the question of identity does not impose itself on author, narrator and character, or endeavor to reconstitute the truth of his lifes trajectory precepts faithful to the autobiographical covenant but rather constructs fictional variations of his life through a form of writing sufficiently expressive as to translate his reality into feelings of pain and emotion. Given the aforementioned, the hypothesis that we shall endeavor to demonstrate, based on the study of our literary corpus, the novel Death on Credit is that it is from this that Celine developed a new autobiographical structure which would give primacy to style, thereby modifying the formal order of the genre by emphasizing the importance of expressivity over content. With Celine, the main objective of discourse is not narrating a story, that is to say, the preeminence of the aesthetic function.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2018-08-17
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.