• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2010.tde-08112010-165408
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Sant'Ana Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Esteves, Lenita Maria Rimolli (Presidente)
Aubert, Francis Henrik
Silva, Márcio Orlando Seligmann
Título em português
Vilém Flusser: a tradução na sociedade pós-histórica
Palavras-chave em português
Filosofia da linguagem
Filosofia da tradução
Pós-história
Tradução
Vilém Flusser
Resumo em português
O objeto de estudo deste trabalho é o conceito de tradução e o papel central a ela atribuído no pensamento de Vilém Flusser e, em particular, em sua concepção de sociedade pós-histórica. A teoria linguística de Flusser, uma tentativa de conciliar a fenomenologia de Husserl e o existencialismo de Heidegger com a teoria da linguagem de Wittgenstein, define a língua como articuladora da realidade. Com base nessa teoria, Flusser concebe a tradução como uma das poucas possibilidades, senão a única, de superação dos horizontes da língua. As reflexões de Flusser sobre a sociedade tecnológica, consideradas pioneiras, são analisadas no esforço de identificar o lugar ocupado pela tradução no pensamento humano e em um mundo em que a história e a escrita estão perdendo espaço para as imagens tecnológicas. Destaca-se, nesse contexto, o papel fundamental atribuído por Flusser à tradução: o de criar pontes, não apenas entre línguas e culturas diferentes, mas entre os diversos ramos e modelos de conhecimento, articulando os diferentes sistemas simbólicos e permitindo a compreensão das diversas realidades.
Título em inglês
Vilém Flusser: translation in the post-historical society
Palavras-chave em inglês
Philosophy of language
Philosophy of translation
Post-history
Translation
Vilém Flusser
Resumo em inglês
The object of this dissertation is the concept of translation and the central role assigned to it in the thought of Vilém Flusser and, in particular, his conception of post-historical society. Flussers linguistic theory, an effort to conciliate Husserls phenomenology and Heidegger's existentialism with Wittgensteins philosophy of language, defines language as an articulator of realities. Based on this theory, Flusser sees translation as one of the few possibilities, if not the only one, of crossing the borders of language. Flusser's pioneering reflections on the technological society are analyzed here in an effort to identify the place occupied by translation in the human thought process and in a world where history and writing are losing ground to technological images. In this context, this work emphasizes the crucial role assigned by Flusser to translation: that of building bridges, not only between different languages and cultures, but also between different fields and models of knowledge, articulating the various symbolic systems and contributing to a greater understanding of the various realities.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-08
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • MARTINS, Cláudia Santana. A autotradução como método de reflexão em Flusser. Scientia Traductionis [online], 2011, vol. 9, p. 168-178. [acesso 2011-11-02]. Disponível em : <http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/scientia/>
  • MARTINS, Cláudia Santana. Resenha: Guldin, R. Pensar entre línguas: a teoria da tradução de Vilém Flusser. Cadernos de Tradução [online], 2011, vol. 1, n. 27, p. 290-293. [acesso 2011-11-02]. Disponível em : <http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/view/20294>
  • MARTINS, Cláudia Santana. Vilém Flusser: a dimensão crítica e dialógica da tradução. Tradução & Comunicação [online], 2010, vol. 21, p. 81-91. [acesso 2011-11-02]. Disponível em : <http://sare.unianhanguera.edu.br/index.php/rtcom/issue/view/61/showToc>
  • MARTINS, Cláudia Santana. A autotradução como método de reflexão em Vilém Flusser. In COSTA, Murilo Jardelino da. A Festa da Língua : Vilém Flusser. Organizador. 1 ed.. São Paulo : Fundação Memorial da América Latina, 2010. p. 157-170.
  • MARTINS, Cláudia. Vilém Flusser: a tradução na sociedade pós-histórica. 1 ed.. São Paulo : Humanitas, 2011.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.