• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-15012016-140005
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Bolfarine
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Izarra, Laura Patricia Zuntini de (Presidente)
Bernucci, Leopoldo Marcos Garcia Lopes
Gibbons, Luke
Machado, Maria Helena Pereira Toledo
Mutran, Munira Hamud
Título em inglês
Between "Angels and Demons": trauma in fictional representations of Roger Casement
Palavras-chave em inglês
Novel
Radio drama
Representation
Roger Casement
Trauma
Resumo em inglês
The life of the controversial Irish nationalist Roger David Casement, who was sentenced to death for high treason by the British Crown, has inspired writers to produce works of various literary genres: prose, poetry, drama and critical essays. This doctoral dissertation aims to investigate, under the light of trauma theory as suggested chiefly, but not solely by Cathy Caruth, Ron Eyerman and Dominick La Capra, the ways in which the figure of Roger Casement can be associated with traumatic events that have sealed Anglo-Irish relations. Thus, I have selected works that deal with Casements Life as he acts both for and against the trauma inflicted by imperialism respectively as a Victorian hero in Arthur Conan Doyles The Lost World (1912) and as an oblique presence in the 1916 Easter Rebellion in Jamie ONeills At Swim, Two Boys (2001); the trauma surrounding his Trial and the discovery of the homosexual Black Diaries that culminated in his hanging through his representation as a whole man in Mario Vargas Llosas The Dream of the Celt and in Patrick Masons The Dreaming of Roger Casement (2010); and finally, the trauma that persists unresolved in his Afterlife, as a ghost in David Rudkins Cries from Casement as his Bones are Brought to Dublin and as traumatic memory in the Annabel Davis-Goffs The Foxs Walk. As a result, we have found that the representation of Roger Casement in these works, although in various ways, is a metaphor for the traumatic process itself: an embodiment of the disjunction of temporality, [and] the surfacing of the past in the presente (Whitehead) as his presence continues to haunt the story of the transatlantic world.
Título em português
Entre 'anjos e demônios': o trauma em representações ficcionais de Roger Casement
Palavras-chave em português
Peça radiofônica
Representação
Roger Casement
Romance
Trauma
Resumo em português
A vida do controverso nacionalista irlandês Roger David Casement, condenado à morte por alta traição pela Coroa Britânica, inspirou a escrita obras de diversos gêneros literários: prosa, poesia, teatro e ensaios críticos. Esta tese de doutorado tem como objetivo investigar, sob a luz da teoria do trauma, tal como sugerido principalmente, mas não exclusivamente por Cathy Caruth, Ron Eyerman e Dominick La Capra, diferentes maneiras pelas quais a figura de Roger Casement pode ser associada a eventos traumáticos que selaram as relações Anglo-irlandesas. Dessa forma, foram selecionados trabalhos que lidam com a Vida de Casement, como ele age a favor e contra o trauma causado pelo imperialismo como herói vitoriano em The Lost World (1910) de Arthur Conan Doyle e como uma presença oblíqua na Revolta da Páscoa de 1916 em At Swim, Two Boys de (2001) Jamie ONeill; o trauma em torno de seu Julgamento e da descoberta dos Black Diaries que o levaram à forca por meio de sua representação como um homem completo em The Dream of the Celt (2012) de Mario Vargas Llosa e em The Dreaming of Roger Casement (2012) de Patrick Mason e, finalmente, o trauma não resolvido que persiste em sua Vida após a Morte, como um fantasma em Cries from Casement as his Bones are Brought to Dublin (1973) e como memória traumática em The Foxs Walk de Annabel Davis-Goff. Verificamos que as representações de Roger Casement nessas obras, ainda que de formas distintas, representam uma metáfora do processo traumático em si: Uma personificação da disjunção da temporalidade, [e] o surgimento do passado no presente (Whitehead), visto que sua presença continua a assombrar a história do mundo transatlântico.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-01-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.