• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2017.tde-22052017-114627
Documento
Autor
Nome completo
Viviane Carvalho de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Santoro, Elisabetta Antonietta Rita Maria Carmela (Presidente)
Freitas, Paula Garcia de
Zucchi, Angela Maria Tenorio
Título em português
Os efeitos da instrução na aquisição-aprendizagem lexical: implícito vs explícito
Palavras-chave em português
Aprendizes brasileiros
Competência lexical
Instrução explícita
Instrução implícita
Língua italiana
Resumo em português
A presente pesquisa tem como foco a análise dos efeitos produzidos pela instrução implícita e pela instrução explícita na aquisição-aprendizagem lexical por parte de aprendizes brasileiros de italiano, realizada comparando dados coletados em três momentos: antes, logo depois e um mês depois da intervenção didática. No primeiro tipo de instrução, a implícita, a atenção dos aprendizes não foi direcionada para o elemento lexical. Após a leitura dos textos input, foram realizadas atividades comunicativas, cujas características foram a interação e a negociação de sentido (SWAIN, 1985, 2005; LONG, 1996). Para a instrução explícita, após a leitura dos mesmos textos input, foram realizadas atividades com foco no léxico (LEWIS, 1993, 1997; PARIBAKHT; WESCHE, 1996; SÖKMEN, 1997). O experimento didático teve oito horas de duração, distribuídas em quatro encontros, para os quais foram selecionadas 10 palavras-alvo a partir dos textos input. Participaram desse experimento 27 aprendizes, dos quais 16 fizeram parte do grupo que realizou atividades com instrução implícita e 11 do grupo que teve atividades com instrução explícita. Antes das atividades didáticas, os aprendizes dos dois grupos realizaram um pré-teste receptivo, tendo como modelo a Vocabulary Knowledge Scale (VKS) de Paribakht e Wesche (1996), e um pré-teste produtivo de descrição de imagens. Após a intervenção didática e um mês depois da intervenção, a VKS foi aplicada novamente com mais dois pós-testes produtivos. Os resultados foram analisados à luz dos estudos de aquisição-aprendizagem de línguas estrangeiras e da Pragmática lexical e apontaram para uma vantagem da instrução explícita em relação ao conhecimento receptivo de curto prazo. Em relação aos efeitos a longo prazo, na instrução implícita foram obtidos resultados mais significativos, já que foram mantidos os mesmos níveis constatados nos pós-testes, enquanto na explícita houve uma diminuição de 21%. No que se refere ao aspecto produtivo e à variação lexical, nos dois tipos de instrução não foram constatadas diferenças significativas.
Título em inglês
The effects of instruction in lexical acquisition: implicit versus explicit
Palavras-chave em inglês
Brazilian learners
Explicit instruction
Implicit instruction
Italian language
Lexical competence
Resumo em inglês
The present research focuses on the effects of implicit and explicit instruction in lexical acquisition-learning by Brazilian learners of Italian, comparing data collected in three moments: before, immediately after and one month after the didactic intervention. In the first type of instruction, the implicit, the attention of learners was not directed to the lexical element. After reading the input texts, communicative activities, whose characteristics were interaction and negotiation of meaning (SWAIN, 1985, 2005; LONG, 1996), were carried out. For the explicit instruction, after reading the same input texts, were made activities focusing on lexicon (LEWIS, 1993, 1997; PARIBAKHT; WESCHE, 1996; SÖKMEN, 1997). The didactic experiment lasted eight hours, distributed in four meetings, for which 10 target words were selected from the input texts. Twenty-seven learners participated in this experiment, of which 16 were part of the group that performed activities with implicit instruction, and 11 of the group that had activities with explicit instruction. Before the didactic activities, the learners of the two groups performed a receptive pre-test, taking as a model the Parabakht and Wesche Vocabulary Knowledge Scale (VKS) (1996), and a productive pre-test of image description. After the didactic intervention and one month after the intervention, the VKS was applied again with two more productive post-tests. The results were analyzed starting from the acquisition-learning studies of foreign languages and the lexical Pragmatics and pointed to an advantage of explicit instruction in relation to short-term receptive knowledge. Regarding the long-term effects, more significant results were obtained in the implicit instruction, since the same levels observed in the post-tests were maintained, while in the explicit one there was a decrease of 21%. Regarding the productive aspect and the lexical variation, in both types of instruction no significant differences were found.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-05-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.