• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-24112009-095426
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Marcio Ataide
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Cavallari, Doris Natia (Presidente)
Barni, Roberta
Mazzi, Maria Gloria Cusumano
Título em português
No deserto a esperar pelos Tártaros: um estudo sobre o tempo no romance Il deserto dei Tartari de Dino Buzzati
Palavras-chave em português
Dino Buzzati
Il deserto dei Tartari
Narrativa
Narrativa italiana
Tempo
Resumo em português
O presente trabalho propõe um estudo sobre questões de tempo em narrativa no romance Il deserto dei Tartari de Dino Buzzati. Terceiro romance do escritor italiano, publicado em 1940, narra a saga de um oficial de exército que presta serviço a vida inteira em um forte localizado na fronteira norte de seu país que guarda um imenso deserto a sua frente, de onde um dia uma invasão inimiga é esperada. Procuramos estudar no texto, alegoria da condição humana, as diversas relações do homem com seu maior inimigo, o tempo. Tratamos no primeiro capítulo dos trabalhos sobre tempo e narrativa, a partir de vários estudiosos que se ocuparam desse tema e que nos auxiliam em todo o trabalho. No segundo capítulo estudamos mais cuidadosamente a questão do tempo no interior da narrativa, ampliando a análise proposta, no terceiro capítulo, com uma discussão sobre as relações do tempo com o espaço e com o homem.
Título em italino
Nel deserto di attesa per i Tartari: uno studio del tempo nel romanzo Il deserto dei Tartari di Dino Buzzati
Palavras-chave em italino
Dino Buzzati
Il deserto dei Tartari
Narrativa
Narrativa italiana
Tempo
Resumo em italino
Questo lavoro propone uno studio sul tempo narrativo nel romanzo Il deserto dei Tartari di Dino Buzzati. Il terzo romanzo dello scrittore italiano pubblicato nel 1940 racconta la vicenda di un ufficiale dellesercito che per tutta la sua vita serve in una fortezza della frontiera nord del suo paese, la quale sta di fronte ad un grandissimo deserto da cui un giorno dovrebbe arrivare uninvasione nemica. Si cerca di studiare in questo romanzo, allegoria dellumana condizione, le diverse relazioni delluomo con il suo più grande nemico: il tempo. Si discutono nel capitolo primo alcune teorie sul tempo e la narrativa di diversi studiosi che hanno sviluppato questo tema. Le loro teorie sono la base per lanalisi proposta. Nel secondo capitolo si studia più accuratamente il problema del tempo allinterno di questa narrativa sviluppando poi l´analisi proposta, nel capitolo terzo, propone una discussione sulle relazioni del tempo sia con lo spazio sia con luomo.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-11-30
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ATAIDE, Antonio Marcio. No deserto a esperar pelos Tártaros. In Anais do XIX CELLIP [CD-ROM], 19, Cascavel, PR, 2009. Cascavel, PR : Unioeste, 2009. vol. 1, n. 1, p. 1-11. ISBN 2175-2540.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.