• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-10112016-145800
Documento
Autor
Nome completo
Odorico Leal de Carvalho Júnior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Hansen, Joao Adolfo (Presidente)
Camilo, Vagner
Carvalho, Maria do Socorro Fernandes de
Mongelli, Lenia Marcia de Medeiros
Siscar, Marcos Antonio
Título em português
Cantos à comunidade ausente: a tradição épica em Os peãs, de Gerardo Mello Mourão
Palavras-chave em português
Comunidade
Epopeia
Memória
Poesia moderna
Resumo em português
O trabalho analisa a trilogia Os Peãs, do poeta cearense Gerardo Mello Mourão (1917-2007), explorando a relação entre a tradição épica e o projeto central da obra, o estabelecimento, pelo canto poético, de uma memória heroica comunal que funcione como fonte de exemplaridade. A trilogia é formada por três volumes: O País dos Mourões (1963), Peripécias de Gerardo (1972) e Rastro de Apolo (1977). Partindo de uma reflexão teórica sobre a morte e a sobrevida do gênero épico, o trabalho constata o uso da epopeia como referência ou "moldura simbólica" para experimentos poéticos modernos que lidam com as noções de tradição, memória e comunidade. Associando Os Peãs a essa tendência de reformulação da epopeia, realiza a análise detalhada de cada volume do tríptico.
Título em inglês
Songs to an absent community: the epic tradition in Gerardo Mello Mourãos Os Peãs
Palavras-chave em inglês
Community
Epic
Memory
Modern poetry
Resumo em inglês
The present work analyses Os Peãs, a poetic trilogy written by the Brazilian poet Gerardo Mello Mourão (1917- 2007). It explores the associations between the epic tradition and the central project of the trilogy - the articulation, through poetry, of a collective heroic memory that might stand as a source of exemplarity. The trilogy is composed of the following works: O País dos Mourões (1963), Peripécias de Gerardo (1972) e Rastro de Apolo (1977). Starting with a reflection on the death and survival of the epic genre, our argument goes on to associate Os Peãs with a tendency in modern poetry that uses the classical epic poem as a reference or a "symbolic frame" for modern poetic experiments dealing with the notions of tradition, memory and community. This is followed by a detailed study of each volume.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-11-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.