• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-23112009-143058
Documento
Autor
Nome completo
Giuliana Martins Simões
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Faria, Joao Roberto Gomes de (Presidente)
Azevedo, Elizabeth Ferreira Cardoso Ribeiro
Massa, Clóvis Dias
Oliveira, Berenice Albuquerque Raulino de
Ramos, Luiz Fernando
Título em português
Veto ao modernismo no teatro brasileiro
Palavras-chave em português
Estética da recepção
Flávio de Carvalho
Modernismo
Oswald de Andrade
Teatro brasileiro
Resumo em português
A tese apresenta uma investigação acerca da história do teatro brasileiro, nas primeiras décadas do século XX, tendo-se em mente a maneira contrariada com que foram recepcionadas as experiências modernas sonhadas por uma geração de autores, tais como Renato Vianna, Flávio de Carvalho e Oswald de Andrade. Através dos estudos da estética da recepção, especialmente os textos desenvolvidos por Hans Robert Jauss, que dão ênfase ao aspecto histórico da recepção artística, a pesquisa busca compreender como esses autores respondiam aos desafios e questões pertinentes ao horizonte de expectativa de seu tempo. A recusa, como marca de recepção desses experimentos artísticos, não desqualifica a presença da renovação moderna na atividade teatral, ao contrário, os empecilhos encontrados pelos artistas para o desenvolvimento pleno de suas investigações cênicas a falta de compreensão dos críticos para a análise de encenações modernas, as avaliações feitas a partir de critérios retrógrados, o mal estar provocado entre artistas e produtores, assim como os órgãos especializados em controle e censura que acompanhavam as atividades artísticas - explicitam a efetividade dessas experiências artísticas, e atestam o enfrentamento travado com regras e normas estabelecidas, que constituíam o horizonte estético do período.
Título em inglês
Veto against the Modernism in the Brazilian theatre
Palavras-chave em inglês
Brazilian theatre
Flávio de Carvalho
modernism
Oswald de Andrade
reception aesthetics
Resumo em inglês
This thesis examines the history of the Brazilian theater, during the first decades of the twentieth century, taking into account the unwilling reception of the modern experiences dreamt by authors such as Renato Vianna, Flávio de Carvalho e Oswald de Andrade. Through the studies of aesthetic of reception, especially those developed by Hans Robert Jauss, which emphasizes the historical aspect of the artistic reception, this research is an attempt to understand the way these authors responded to the challenges and issues related to the horizons of expectation of their time. The refusal, as a reception feature of those artistic experiments, do not depreciate the renovation of the theatrical activity, on the contrary, the hindrances met by those artists for a full development of their theatrical investigations the lack of understanding from the critics for the analysis of modern performances, the assessments done from retrograde criteria, the malaise evoked between artists and producers, as well as the state agencies specialized on control and censorship that pursued artistic experiments express the effectiveness of those artistic experiments, and testify the confrontation with the established rules and norms, which were the aesthetic horizon of that time.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.