• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-23112009-115536
Documento
Autor
Nome completo
Hélio Valdeci Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Garcez, Maria Helena Nery (Presidente)
Fernandes, Annie Gisele
Morais, Carlos Francisco de
Título em português
O desejo de inconsciência em poemas de Fernando Pessoa: ortônimo e heterônimos Alberto Caeiro e Alvaro de Campos
Palavras-chave em português
Alberto Caeiro e Álvaro de Campos
António Nobre e Fernando Pessoa
Desejo de inconsciência em Alberto Caeiro e Álvaro de Campos
Fernando Pessoa ortônimo e o desejo de inconsciência
Intertextualidade desejo de inconsciência em Antero de Quental
Melancolia em Fernando Pessoa ortônimo
Resumo em português
Este trabalho registra a trajetória da leitura que fizemos dos poemas do corpus em busca de resolução das questões problematizadas em torno do desejo de inconsciência. Procuramos identificar e estabelecer relações intertextuais entre os poemas Mãe..., de Antero de Quental, O sono do João, de António Nobre e alguns poemas de Fernando Pessoa ortônimo e heterônimos Alberto Caeiro e Álvaro de Campos. Buscamos perceber desdobramentos e representações do estado de inconsciência desejado e recomendado pelos sujeitos poéticos do corpus como rota de fuga às angústias íntimas oriundas do desconcerto entre as disposições anímicas do sujeito consigo mesmo e com o mundo, oriundas do doloroso sentir como fonte, para os sujeitos poéticos, de males: o pensamento reflexivo, a racionalidade, a ciência. Visamos, com a identificação e o estabelecimento de relações intertextuais entre poemas do corpus, perceber Fernando Pessoa inserido numa tradição literária de poetas intimistas portugueses do final do século XIX e início do XX, em cujos poemas reverbera o desejo de inconsciência. Procuramos expor, no capítulo O desejo de inconsciência, através do traço nostálgico e melancólico do homem da modernidade, o que poderia corroborar para uma compreensão mais aprofundada do problema do desejo de inconsciência como busca de paraísos mitológicos, terrestres ou artificiais, sonhos edênicos, rotas de fuga à consciência e racionalidade sentidas como causadoras de inquietações e dores.
Título em inglês
The unconsciousness desire in poems of Fernando Pessoa: orthonymous and heteronymous Alberto Caeiro and Álvaro de Campos
Palavras-chave em inglês
António Nobre and Fernando Pessoa
Fernando Pessoa orthonymous and the unconsciousness desire
Fernando Pessoa orthonymous melancholic
Inter-textual unconsciousness desire in Antero de Quental
Unconsciousness desire in Alberto Caeiro and Álvaro de Campos
Resumo em inglês
This work reports the reading trajectory that we made of the poems of corpus, searching answers to arisen questions around the unconsciousness desire. We tried to identify and establish inter textual relations among the poems Mãe..., of Antero de Quental, O sono do João, of António Nobre and some poems of Fernando Pessoa - orthonymous and heteronymous Alberto Caeiro and Álvaro de Campos. We search to perceive developments and representations of the unconsciousness state pursued and recommended by the poetical subjects of the corpus as an escape route from inner anguish derived from the subject soul moods with himself and with the world, due to painful feelings as source of ills to the poetical subjects: reflective thought, rationality, science. We aim, with the identification and establishment of inter textual relationships in poems of the corpus, to perceive Fernando Pessoa related to a literary tradition of Portuguese intimate poets at the end of the XIX century and the beginning of the XX century, in whose poems the unconsciousness desire reverberates. We try to display, in the chapter named The unconsciousness desire, through the nostalgic and melancholic character of modernity man, what could enhance to a deeper understanding of the unconsciousness desire matter as a search of mythic, terrestrial or artificial paradises, wondrous dreams, escape routes from the conscience and rationality blamed of causing restlessness and pains.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.