• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-28032016-114718
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Gomes de Oliveira Pinto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Muhana, Adma Fadul (Presidente)
Brandao, Jacyntho Jose Lins
Hansen, Joao Adolfo
Kossovitch, Leon
Moreira, Marcello
Título em português
Doutrina do misto e anatomia do monstro: usos da retórica de Hermógenes entre os séculos XVI e XVIII
Palavras-chave em português
Gêneros de discurso
Hermógenes
Poética
Retores gregos e latinos
Retórica
Resumo em português
A presença preceptiva da doutrina retórica das ideai de estilo tal como reguladas pelo retor grego Hermógenes registra-se em terras italianas, portuguesas e espanholas, entre os séculos XVI e XVIII. Ora, increve-se nos debates que opõem detratores e defensores do gênero de poema misto. Entre os autores presentes nestes debates está Manuel de Galhegos, cujo prólogo epidítico à Ulyssea, ou Lisboa Edificada elogia a elocução do poema heroico de Gabriel Pereira de Castro com base no Peri iden e permite que se discutam os diferentes usos de Hermógenes entre tradutores, comentadores e glosadores desde tratado, desde Jorge de Trebizonda. Ademais, Francisco José Freire, conhecido como Cândido Lusitano, na Arte poetica, ou Regras da Verdadeira Poesia em geral, e de todas as suas especies principaes, tratadas com juizo critico, censura a tragicomédia como misto vicioso, nem trágico nem cômico, sem proporção e sem unidade. Essa censura da tragicomédia atualiza argumentos atinentes à controvérsia doutrinária que remonta aos fins do século XVI e inícios do século XVII, a qual opõe eruditos como Giasone Denores e Giovanni Battista Guarini, autor de Il Pastor Fido, poema considerado exemplar no gênero e legitimado pela doutrina atribuída a Hermógenes.
Título em inglês
Doctrine of mixture and anatomy of monster: uses of Hermogenes on Ideas between the 16th and 18th centuries
Palavras-chave em inglês
Greek and Latin rhetorician
Hermogenes
Poetic
Rhetoric
Speech genres
Resumo em inglês
The Hermogenes rhetorical theory of stylistic ideai became evident in Italy, Portugal and Spain during the 16th and 18th centuries. This doctrine is related to debates among critics and apologists for the mixed genres. Among the authors involved in theses debates is Manuel de Galhegos, whose epideictic preface to Ulyssea, ou Lisboa Edificada praises this Gabriel Pereira de Castros heroic poem based on Peri iden and enable this thesis to discuss the different uses of Hermogenes by translators, commentators and glossers, since George of Trebizond. Besides, Francisco José Freire, also known as Cândido Lusitano, on the Arte poetica, ou Regras da Verdadeira Poesia em geral, e de todas as suas especies principaes, tratadas com juizo critico, blames tragicomedy as a vicious mixture, neither tragic nor comic, without proportion or unity. This blame reaffirms arguments concerning to poetic controversies of the late sixteenth and early seventeenth centuries, which opposes scholars like Giasone Denores and Giovanni Battista Guarini, author of the Pastor Fido, a poem that is known as an example in terms of Hermogenes theory of a misture of ideai.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-03-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.