• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2013.tde-30072013-120345
Documento
Autor
Nome completo
Ana Luísa Patricio Campos de Oliveira Lenk Catelani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Paulo Fernando da Motta de (Presidente)
Cardoso, Patrícia da Silva
Garmes, Helder
Mendes, Maria Lúcia Dias
Sousa, Sérgio Paulo Guimarães de
Título em português
Honoré de Balzac e Camilo Castelo Branco: a crítica social oitocentista em perspectiva comparada
Palavras-chave em português
Camilo Castelo Branco
Conceito do "bom selvagem" e crítica social
Honoré de Balzac
Jean-Jacques Rousseau
Resumo em português
Como sabemos, as reflexões do filósofo político e contratualista Jean-Jacques Rousseau tornaram-se referência para muitos escritores que o sucederam, principalmente no que concerne às suas considerações a propósito da vida em sociedade, ambiente vil que degenera o homem, ser bom e piedoso por natureza. Tratase do célebre conceito rousseauniano do bom selvagem, teoria cuja repercussão pode ser encontrada em obras de muitos autores do período oitocentista, entre as quais podemos destacar a do romancista francês Honoré de Balzac e a do ficcionista português Camilo Castelo Branco. Isto porque, a partir de um estudo comparativo realizado entre volumes balzaquianos e camilianos, levantou-se a hipótese de que estes escritores, ao tecerem suas críticas sociais, dialogam com a mencionada teoria de Rousseau, muito embora cada um o faça a seu modo e finde por concatenar mundividências literárias distintas, únicas e inovadoras, que particularizam, de forma marcante, ambos os cânones ficcionais. Assim posto, e levando em consideração a ausência de estudos críticos a esse respeito, nosso intento é o de analisar uma questão inédita no que concerne à comparação entre a ficção balzaquiana e a camiliana: a diferente concepção que os respectivos narradores apresentam acerca dos efeitos sociais no homem, a partir de um diálogo estabelecido por ambos com o conceito rousseauniano do bom selvagem. Vale ressaltar que o estudo comparativo aqui proposto seguirá alguns pressupostos básicos da Literatura Comparada, sendo o principal deles a busca pelas particularidades de cada literatura (Cf. ABDALA Jr., 2003).
Título em inglês
Honoré de Balzac and Camilo Castelo Branco: nineteenth-century social criticism in comparative perspective
Palavras-chave em inglês
Camilo Castelo Branco
Concept of the noble savage and social criticism
Honoré de Balzac
Jean-Jacques Rousseau
Resumo em inglês
As we know, the reflections of the political and contractualist philosopher Jean- Jacques Rousseau became reference for many writers who succeeded him, mainly as concerns the considerations regarding the life in society, a vile ambience that degenerates man, a good and pious living being by nature. This is the renowned Rousseaunian concept of the noble savage, theory that can be found reverberated in many works of 19th century authors, among which we can highlight the one of the French novelist Honoré de Balzac and the one of the Portuguese fictionist Camilo Castelo Branco. That is because, from a comparative study realized between Balzacian and Camilian works, we hypothesized that these writers dialogue, as they construct their social criticisms, with the mentioned Rousseaus theory, although each one does it in his own way and ends by concatenating distinct literary worldviews, unique and innovative, that particularize, markedly, both of the fictional canons. Therefore, and taking into consideration the absence of critical studies regarding this, our intent is to analyze an unprecedented issue concerning the comparison between Balzacian and Camilian fiction: the different conception the narrators present about the social effects in man, through a dialogue established by both of them with the Rousseaunian concept of the noble savage. It is worth to stress that the comparative study proposed here will follow some basic assumptions of Comparative Literature, the main one being the research for the particularities of each literature. (Cf. ABDALA Jr., 2003).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-07-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.