• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ana Cristina Yokoyama
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Morales, Leiko Matsubara (Presidente)
Bonfitto Junior, Matteo
Ishiki, Michiko Okano
Okamoto, Eduardo
Título em português
Hana to Tori: a trajetória expressivo-poética de Yoshito Ohno
Palavras-chave em português
Arte japonesa
Butoh
Hijikata Tatsumi e Ohno Kazuo
Ohno Yoshito
Performance e ankoku butoh
Resumo em português
Ohno Yoshito iniciou sua carreira com a obra Kinjiki (Cores proibidas), considerada a primeira performance de butoh, criada por Hijikata Tatsumi, em 1959, de quem se tornou discípulo durante a década de 1960. Posteriormente, tornou-se o principal parceiro de seu pai, Ohno Kazuo, com quem trabalhou por mais de três décadas. Da parceria com os fundadores do butoh surgiu o espetáculo Hana to Tori: mirai no watashi e no tegami (Flor e pássaro: uma carta para meu futuro eu), de 2013, primeira obra solo de Ohno Yoshito após a morte de Ohno Kazuo, em 2010. Assim, a presente pesquisa, ao traçar a trajetória de Ohno Yoshito junto ao desenvolvimento do butoh no Japão, traça um panorama dos anos iniciais que o levaram até a obra Kinjiki, assim como do período em que se estabeleceu o ankoku butoh (dança da escuridão) por Hijikata Tatsumi, fundamental na formação artística de Ohno Yoshito. Em seguida, debruça-se sobre a reconstrução de Admirando La Argentina, obra prima de seu pai, de 1977, refeita por Ohno Yoshito e parte de sua obra Hana To Tori.
Título em inglês
Hana to Tori: the expressive-poetic trajectory of Yoshito Ohno
Palavras-chave em inglês
Butoh
Japanese art
Ohno Kazuo and Hijikata Tatsumi
Ohno Yoshito
Performance and ankoku butoh
Resumo em inglês
Ohno Yoshito began his career with the work "Kinjiki" (Forbidden Colors), considered the first butoh performance, created by Hijikata Tatsumi in 1959, of whom he became a disciple during the 1960s. Subsequently, he became the main partner of his father, Ohno Kazuo, with whom he worked for more than three decades. From the partnership with the founders of butoh, the play "Hana to Tori: mirai no watashi e no tegami" (Flower and bird: a letter to my future self) of 2013, Ohno Yoshito's first solo work after the death of Ohno Kazuo, in 2010. Thus, the present research, tracing Ohno Yoshito's trajectory with the development of the butoh in Japan, gives an overview of the initial years that led to the work "Kinjiki", as well as the period in which the ankoku butoh (dance of darkness) by Hijikata Tatsumi, fundamental in the artistic training of Ohno Yoshito. He then looks at the reconstruction of "Admirando La Argentina", his father's masterpiece, 1977, remade by Ohno Yoshito and part of his work "Hana to Tori".
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.