• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-17102014-175158
Documento
Autor
Nome completo
Jose Ribeiro Neto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Araújo, Reginaldo Gomes de (Presidente)
Cintrão, Heloísa Pezza
Oliveira, Paulo de Sousa
Título em português
A influência da tradição na tradução e interpretação de Isaías 52.13-53.12
Palavras-chave em português
Isaías 53
Tradição interpretativa
Tradução
Tradução da bíblia hebraica
Resumo em português
Esta pesquisa procura analisar a influência da tradição na tradução e interpretação da perícope de Isaías 52.13-53.12. Inicialmente esta pesquisa discute a teoria de Eugene A. Nida, que tem sido a principal teoria nas discussões de tradução da Bíblia. Juntamente com a análise da teoria de Nida analisou-se também as principais discussões sobre tradução de outras vertentes acadêmicas e o uso das mesmas pelas principais tradições religiosas: judaicas, católicas e protestantes. Por meio de estudo de casos específicos de tradução dessas diversas correntes religiosas analisou-se as influências teológicas na tradução de textos tais como Isaías 14.12 na tradição protestante, Isaías 9.5-6 na tradição judaica. A pesquisa abordou o uso da paráfrase como meio utilizado pelas tradições religiosas para defender suas doutrinas em textos sensíveis da Bíblia Hebraica, bem como o poder da tradição interpretativa como interferência na produção de traduções alinhadas às posições teológicas das respectivas tradições. A pesquisa procura delinear de forma breve, a história dos princípios de interpretação da tradição cristã e do judaísmo rabínico. As principais versões produzidas por essas tradições interpretativas: LXX, Vulgata, Targum e Peshitta foram expostas como produtos dessas tradições interpretativas e a perícope de Isaías 52.13-53.12 nessas antigas versões e no Novo Testamento, também como produtos de influência das diferentes tradições interpretativas do cristianismo e do judaísmo rabínico. Por fim, o trabalho busca mostrar como o texto da perícope de Isaías 52.13-53.12 foi tratado nas fontes antigas do judaísmo rabínico e do cristianismo e os efeitos dessas tradições interpretativas em duas versões modernas da Bíblia Hebraica. A de linha judaica, conhecida como Bíblia Hebraica da Editora e Livraria Sêfer e a de linha protestante, denominada Nova Bíblia Viva
Título em inglês
The influence of tradition in the translation and interpretation of Isaiah 52.13-53.12
Palavras-chave em inglês
Interpretative tradition
Isaiah 53
Translation
Translation of the Hebrew Bible
Resumo em inglês
This research analyzes the influence of tradition in the translation and interpretation of the pericope of Isaiah 52:13-53:12. Initially, this research discusses the theory of Eugene A. Nida, who has been the leading theory in discussions of Bible translation. Along with the analysis of the theory of Nida analyzed also the main discussions on translation of other academic aspects and their use by major religious traditions: Jewish, Catholic and Protestant. Through case studies of specific translation of these various religious currents analyzed the theological influences in the translation of texts such as Isaiah 14:12 in the Protestant tradition, Isaiah 9:5-6 in Jewish tradition. The study addressed the use of paraphrase as a means used by the religious traditions to defend their doctrines in sensitive texts of the Hebrew Bible, as well as the power of the interpretive tradition as interference in the production of translations aligned theological positions of the respective traditions. The research seeks to outline briefly the history of the principles of interpretation of the Christian tradition and rabbinic Judaism. The main versions produced by these interpretive traditions: LXX, Vulgate, Targum and Peshitta were exposed to products of these interpretive traditions and the pericope of Isaiah 52:13-53:12 those old versions and the New Testament, as well as products of the influence of different interpretive traditions of Christianity and rabbinic Judaism. Finally, the work seeks to show how the text of the pericope of Isaiah 52:13-53:12 was treated in the ancient sources of rabbinic Judaism and Christianity and the effects of these two interpretive traditions in modern versions of the Hebrew Bible. The line Jewish Hebrew Bible known as the Publisher and Bookstore Sefer and Protestant line called New Living Bible
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.