• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2013.tde-28082013-102743
Documento
Autor
Nome completo
Thais de Godoy Morais
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Jarouche, Mamede Mustafa (Presidente)
Costa, Walter Carlos
Faleiros, Álvaro Silveira
Título em português
O "Livro das Mil e uma Noites" em Jorge Luis Borges
Palavras-chave em português
Gérard Genette
Intertextualidade
Jorge Luis Borges
Literatura comparada
Livro das mil e uma noites
Resumo em português
O Livro das mil e uma noites, traduzido por Richard Francis Burton do árabe para o inglês, no séc. XIX, causou um forte impacto na sociedade vitoriana por seu conteúdo erótico. Ao tentar superar as traduções de seus antecessores, Burton reuniu diversos manuscritos e versões impressas, para tentar abarcar o máximo possível de contos, além de acrescentar abundantes notas de rodapé acerca dos costumes da sociedade árabe dos países por onde ele viajou como representante do governo britânico. Sua tradução, constante na biblioteca pessoal de Jorge Luis Borges, inspirou um considerável número de contos desse autor. No âmbito da literatura comparada, as Noites representam um importante hipotexto para a obra borgeana, que reutilizou seus temas, argumentos, imitou seu estilo. Analisar as formas de transcendência textual na obra do autor argentino, através das classificações de Gérard Genette, possibilita uma interpretação das suas relações inter e hipertextual com os contos árabes. Genette procura delimitar com mais precisão termos como paródia, charge, pastiche, sátira, por exemplo, que continuamente são confundidos numa análise mais geral. A obra borgeana tem sido muito genericamente taxada de paródica, mas suas relações intertextuais são muito mais complexas, não apenas com as Mil e uma Noites, mas com todos os autores por ele transformados. Além disso, Borges é o criador de uma nova linguagem, de certos gêneros: como o conto ensaístico e a pseudo-tradução, elencados por Genette, que tem como fonte as Noites. Borges reutiliza o tradicional conto árabe modernizando-o e adaptando-o ao seu próprio estilo e aos tempos modernos, criando formas inteiramente novas de narrativa.
Título em inglês
"The book of the Thousands Nights and a Night" in Jorge Luis Borges
Palavras-chave em inglês
Comparative literature
Gérard Genette
Intertextuality
Jorge Luis Borges
The book of the thousands nights and a night
Resumo em inglês
The book of the Thousands Nights and a Night, translated by Richard Francis Burton from Arabic into English, in the century. XIX, caused a strong impact on Victorian society for its erotic content. In trying to overcome the translations of his predecessors, Burton met several manuscripts and printed versions, trying to cover as much of tales, while adding abundant footnotes about the customs of Arab society of the countries through which he traveled as a representative of the British government . His translation, the constant personal library of Jorge Luis Borges, inspired a considerable number of short stories by this author. In the context of comparative literature, the Nights represent an important hypotext to work Borges, who reused their themes, arguments, imitated his style. Analyze textual forms of transcendence in the work of the Argentine author, through the ratings Gérard Genette, provides an interpretation of their relationship with the inter-and hypertextual Arab tales. Genette seeks to define more precisely terms like parody, caricature, pastiche, satire, for example, are continually confounded a more general analysis. Borges's work has been very generically labeled as parody, but their intertextual relationships are much more complex, not only with the Thousand and One Nights, but with all the authors he transformed. Moreover, Borges is the creator of a new language, certain genres: the short story as essayistic and pseudo-translation, listed by Genette, whose source the Nights. Borges reuses the traditional Arabic tale modernizing it and adapting it to their own style and modern times, creating entirely new ways of storytelling.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-08-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.