• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2016.tde-24112016-124301
Documento
Autor
Nome completo
Julieta Widman
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Zavaglia, Adriana (Presidente)
Darin, Leila Cristina de Mello
Milton, John
Torres, Marie Helene Catherine
Título em português
A 'hipótese da retradução' pelas modalidades tradutórias, nas traduções para a língua inglesa de A paixão segundo G.H.
Palavras-chave em português
Clarice Lispector
domesticação/estrangeirização
Estudos da tradução
Modalidades de tradução
Retradução
Resumo em português
O principal objetivo deste trabalho é verificar quantitativamente a chamada hipótese da retradução de Berman (1990), através do Método das Modalidades de Tradução (MMT), elaborado por Aubert (1977, 1998), derivado do modelo pedagógico de procedimentos técnicos da tradução de Vinay e Darbelnet (1958), num estudo de caso de duas traduções para a língua inglesa do livro A Paixão Segundo G. H., escrito por Clarice Lispector em 1964, traduzido por Ronald W. de Sousa, em 1988 e retraduzido por Idra Novey, em 2012. A fundamentação teórica discorre sobre os conceitos de domesticação e estrangeirização, segundo Venuti, e sobre o percurso da retradução, desde 1990 até nossos dias. Também são comentados a vida e a arte de Clarice Lispector, bem como seus dois tradutores. Os trabalhos de Hélène Cixous e Benjamin Moser são relacionados aos possíveis motivos para a retradução. O MMT é apresentado e explicado. A comparação intuitiva sugeriu que as duas traduções pareciam muito literais, com algumas diferenças possivelmente devidas à subjetividade dos tradutores e exigências dos editores. Entretanto, o MMT, em uma amostra de 542 palavras, mostrou que a quantidade de domesticação na tradução foi estatisticamente mais alta do que na retradução, não rejeitando, portanto a hipótese de Berman.
Título em inglês
The retranslation hypothesis verified by modalities of translation, in two English translations of The Passion According to G.H.
Palavras-chave em inglês
Clarice Lispector
Domestication/Foreignization
Modalities of translation
Retranslation
Translation studies
Resumo em inglês
This dissertation aims to quantitatively verify Bermans hypothesis of retranslation by describing and applying Auberts (1977, 1989) Method of Modalities of Translation (MMT), derived from Vinay and Darbelnets pedagogical model of technical procedures of translation (1958), in a case study of two English translations of The Passion According to G.H., by Clarice Lispector. The original was written in 1964, the first translation was made in 1988 by Ronald W. de Sousa, and the retranslation in 2012 by Idra Novey. The theoretical framework presents Venutis concepts of domestication and foreignization and the history of ideas on retranslation, from 1990 to the present. Clarice Lispector, the woman, and the writer, as well as its translators are described and commented on. Hélène Cixous and Benjamin Mosers works are presented as related to the motives of the retranslation. The Method (MMT) is presented and explained. Both translations seemed very literal with some differences possibly due to the translators subjectivity and demands of the editors. However, in a sample of 542 words the amount of domestication in the translation was statistically higher than in the retranslation and therefore in line with Bermans hypothesis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-11-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.