• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2017.tde-08022017-122115
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela de Camargo Moreira Rochel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Goldstein, Norma Seltzer (Presidente)
Amado, Rosane de Sa
Elias, Vanda Maria da Silva
Silva, Sandro Luis da
Título em português
O gênero crônica no Ensino Fundamental II e o sujeito-autor: relação dialógica e interativa
Palavras-chave em português
Crônica narrativa
Produção textual
Relação professor-aluno dialógica e interativa
Resumo em português
Esta dissertação relata uma experiência pedagógica de aplicação de sequência didática em duas salas de aula do Ensino Fundamental II de uma escola pública municipal de São Paulo. A atividade foi voltada ao estudo da crônica, com foco no aspecto narrativo, numa perspectiva dialógica e interativa de ensino e aprendizagem, segundo as concepções de Bahkthin (1997), que conceitua os gêneros do discurso como tipos relativamente estáveis de enunciados. Para o autor: Todas as esferas da atividade humana, por mais variadas que sejam, estão sempre relacionadas com a utilização da língua que efetua-se em forma de enunciados (orais e escritos), concretos e únicos que emanam dos integrantes duma ou doutra esfera da atividade humana.. A partir de atividades de leitura e interpretação de crônicas, pretendeu-se levar os alunos a reconhecer, além das características do gênero, os elementos de coesão e sua importância para a organização e clareza do texto, orientando, assim, o processo autoral de produção textual. Também foi feita a prática de retextualização. Pelo seu caráter híbrido e flexível, as crônicas exerceram um papel motivador importante. A opção pelo trabalho com sequência didática propicia aos estudantes a possibilidade de apropriar-se dos sentidos do gênero abordado e dos mecanismos de funcionamento da linguagem. A esse respeito, Dolz, Noverraz e Schneuwly (2011) afirmam que a sequência didática contribui para desenvolver a capacidade comunicativa dos envolvidos no processo de ensino e aprendizagem pelo fato de propiciarem a criação de contextos reais de produção. Vale ressaltar o papel do professor que, mais do que um mediador, precisa ter uma postura de agente de letramento que, segundo Kleiman(2006), (...) no caso da escola, seria um promotor das capacidades e recursos de seus alunos e suas redes comunicativas. Para o trabalho de retextualização, seguiu-se a proposta de Oliveira (2005), sobretudo nas operações de divisão do texto em unidades de comunicação, adequação das palavras ao sistema ortográfico oficial, eliminação das repetições, introdução da pontuação detalhada, retomada do texto pela leitura. O resultado do trabalho foi positivo, uma vez que houve a adesão de boa parte dos alunos e um aprimoramento da escrita de vários deles. No entanto, cabe ressaltar que as produções textuais, pelas dificuldades individuais, situam-se entre a crônica propriamente dita e narrativas simples, com poucas nuances de humor, de crítica ou de reflexão, como seria de se esperar em uma crônica. Dado que os gêneros são relativamente estáveis, há espaço, também, para a instabilidade que se manifestou na produção dos alunos.
Título em inglês
The chronicle genre in Elementary School II and the subject-author: dialogical and interactive relationship
Palavras-chave em inglês
Chronicle narrative
Dialogical and interactive teacher-student relationship
Subject-author
Textual production
Resumo em inglês
This paper describes a pedagogical experience of the didactic sequence application in two classrooms of public school in São Paulo. The objective of the activity was the study of the chronicle genre, focusing on its narrative aspects, a dialogical and interactive approach to teaching and learning, according to the concepts of Bahkthin (1997), which conceptualizes the speech genres as relatively stable types of utterances. For the author, "All spheres of human activity, however varied they may be, are always related to the use of language" that "is made in the form of statements (oral and written), concrete and unique emanating from members of a or another sphere of human activity. ".From reading and interpretation activities of chronicles, it is our intention that the students recognize not only the genres characteristics, but also the cohesive devices and their importance to the organization and clarity of the text, thus facilitating the authorship process of textual production. There was also the practice of rewriting. Due to its hybrid and flexible nature, the chronicle played an important motivating role. The choice for working with a didactic sequence provides the students with the opportunity to internalize the senses of the addressed genre. In this regard, Dolz, Noverraz and Schneuwly (2004) state that the didactic sequence helps in the development of the communication skills of those involved in the teaching and learning process, because it encourages the creation of real contexts of production.It is noteworthy that the teacher's role, rather than that of a mediator, must be that of a literacy agent, whom, according to Kleiman, "(...) in the school context, would be a promoter of the capacities and resources of their students and their communication networks "(Kleiman, 2006: 82-83).The task of rewriting followed the guidelines of Oliveira (2005), majorly in the procedures of "text division in communication units, suitability of words to the official spelling system, eliminating repetitions, the detailed introduction of punctuation, and the recovering of the text by reading." The result of the study was very positive, given the adherence of most students and a writing improvement of several of them. Their textual productions, however, due to individual difficulties, resulted in simple narratives, lacking the comic, critical or reflexive nuances, which characterize chronicles. Since the genres are relatively stable, there is room also for instability manifested in the production of students.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-02-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.