• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.81.2018.tde-23112018-142816
Documento
Autor
Nombre completo
Sofia Guilhem Basilio
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2018
Director
Tribunal
Gurgel, Ivã (Presidente)
Almeida, Maria José Pereira Monteiro de
Queiroz, Francisco Assis de
Título en portugués
A Ideologia em Materiais de Divulgação Científica: Um Estudo da Imagem de Einstein em Discursos sobre as Ondas Gravitacionais"
Palabras clave en portugués
Análise do Discurso
Divulgação científica
Historiografia
Ideologia
Resumen en portugués
A presente dissertação tem por objetivo discutir a relação entre materiais de divulgação científica e a sociedade, principalmente o poder que a ciência possui na sociedade. Para tal, partimos do pressuposto de que a divulgação científica é fundamental para que a ciência propague seu discurso ideológico. Precisamos desconstruir a ideia de que tais materiais sejam apenas simplificações de ideias complexas da ciência. Vemos que os materiais constituem um discurso próprio, que depende de seus enunciador, seu receptor e das condições nas quais é gerado. Por ser dependente de seu contexto de formação, o discurso presente na divulgação científica possui características da ideologia hegemônica, no sentido marxista desses termos. Como essa ideologia não é algo imutável, ela necessita ser constantemente reforçada, e a divulgação científica tem seu papel nesse. Nesse intuito, analisamos a imagem de Albert Einstein, fortemente encrustada no imaginário popular. Iniciamos com uma revisão historiográfica de como sua fama se construiu, desde a publicação da teoria da relatividade geral, o contexto de guerra e a influência social que os resultados das expedições de 1919 tiveram graças à forma como foram divulgados. Posteriormente, nos focamos no desenvolvimento do conceito das ondas gravitacionais, desde a concepção de Einstein. Finalmente, selecionamos materiais nos quais apoiamos nossa análise da imagem de Einstein a partir da divulgação da detecção das ondas gravitacionais, que após uma fina seleção resultou em dezoito materiais, tanto textos quanto vídeos. Como metodologia, nos baseamos na Análise do Discurso, em especial a linha francesa com os trabalhos de Michel Pêcheux e Oswald Ducrot. Concluímos que a imagem de Einstein aparece em diferentes graus, sempre dependente de qual foi a fonte analisada e quando a notícia foi veiculada, concluindo que a figura de Einstein continua sendo evocada como uma maneira de legitimar determinado conhecimento físico, mantendo assim a continuidade do reforço de uma determinada ideolgia hegemônica presente na sociedade civil.
Título en inglés
The Ideology in Materials of Science Popularization: A Study of Einstein's Image in Discourses on Gravitational Waves
Palabras clave en inglés
Discourse Analysis
Historiography
Ideology
Science Popularization
Resumen en inglés
The purpose of this dissertation is to discuss the relationship between scientific popularization materials and society, especially the power that science has in society. To this end, we assume that scientific popularization is fundamental for science to propagate its ideological discourse. We need to deconstruct the idea that such materials are merely simplifications of complex ideas of science. We see that the materials constitute a proper discourse, which depends on its enunciator, its receiver and the conditions in which it is generated. Because it is dependent on its formation context, the discourse present in the scientific popularization has characteristics of the hegemonic ideology, in the marxist sense of these terms. As this ideology is not something immutable, it needs to be constantly reinforced, and scientific popularization plays its part in this. In this sense, we analyze the image of Albert Einstein, strongly encrusted in the popular imaginary. We began with a historiographical review of how his fame was built, since the publication of the theory of general relativity, the context of war and the social influence that the results of the 1919 expeditions had thanks to the way they were released. Subsequently, we focused on the development of the concept of gravitational waves, since Einstein's conception. Finally, we selected materials in which we supported our analysis of Einstein's image from the divulgation of the gravitational wave detection, which after a thin selection resulted in nineteen materials, both texts and videos. As a methodology, we rely on discourse analysis, especially the French line with the works of Michel Pêcheux and Oswald Ducrot. We conclude that the image of Einstein appears to varying degrees, always depending on which source was analyzed and when the news was conveyed, concluding that the figure of Einstein continues to be evoked as a way to legitimize certain physical knowledge, thus maintaining the continuity of reinforcement of a certain hegemonic ideology present in civil society.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2018-11-23
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.