• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.81.2008.tde-04122014-155043
Documento
Autor
Nome completo
Lailton Passos Côrtes Júnior
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Fernandez, Carmen (Presidente)
Zuin, Vânia Gomes
Matos, Mauricio dos Santos
Título em português
As Representações Sociais de "QUÍMICA AMBIENTAL": contribuições para a formação de bacharéis e professores de Química
Palavras-chave em português
Formação de professores
Química ambiental
Representações sociais
Resumo em português
Esta pesquisa se propõe a investigar as representações sociais acerca do termo "Química Ambiental" entre estudantes iniciantes (segundo semestre) e depois de quatro anos em andamento nos cursos de Bacharelado em Química Ambiental e Licenciatura em Química do Instituto de Química da Universidade de São Paulo. Adotamos como referencial de investigação a Teoria das Representações Sociais e como metodologia a técnica da associação livre de palavras associada à elaboração de um texto. Os resultados foram analisados através da freqüência e ordem média de evocação das palavras para delinear o núcleo central da representação social, além dos elementos periféricos. Nos textos são identificadas unidades de análise que são utilizadas para construção de mapas cognitivos. A associação das palavras mais evocadas com as leituras dos mapas cognitivos para cada aluno proporcionou a construção de um mapa conceitual representativo da visão sobre "Química Ambiental" para cada uma das turmas analisadas. De uma forma geral, os iniciantes tanto da Licenciatura em Química como da Química Ambiental apresentaram uma visão naturalista de meio ambiente e também revelaram uma concepção de Educação Ambiental sobre o ambiente, em que bastaria munir as pessoas com informações e fatos relacionados aos problemas ambientais para resolvê-los. Os estudantes iniciantes de ambos os cursos apresentaram uma concepção preservacionista do meio ambiente, sendo mais enfatizada a necessidade de conscientização das pessoas pelos licenciandos. Por outro lado, os bacharelandos em Química Ambiental fazem bastante menção à pesquisa com vistas ao tratamento da poluição e uma visão de remediação é predominante. A diferença entre as representações sociais verificadas entre os alunos das duas modalidades podem estar relacionadas, em parte, à representação social dos alunos sobre o seu papel enquanto profissionais nos aspectos que envolvem a Química Ambiental. Os alunos concluintes representam a Química Ambiental ainda com idéias preservacionistas. Um aspecto positivo, porém, é o aparecimento da idéia de Química Verde em ambos os grupos. As idéias centrais apresentadas pelos estudantes iniciantes em ambos os cursos incluem poluição, meio ambiente, reciclagem, e preservação. Essas mesmas idéias estavam presentes também no grupo de concluintes, o que significa que poderiam ser consideradas constituintes do núcleo central da representação, e que se mantém durante os cursos. Entretanto, foi possível notar a emergência de um elemento periférico de destaque: a Química Verde, que pode ser considerado representativo do amadurecimento do conhecimento técnico dos alunos ao longo do curso de graduação, podendo ser visto como incorporado ao flexível sistema periférico.
Título em inglês
As Representações Sociais de "QUÍMICA AMBIENTAL": contribuições para a formação de bacharéis e professores de Química
Palavras-chave em inglês
Environmental chemistry
Social representations
Teacher education
Resumo em inglês
This research aims to investigate social representations of environmental chemistry among chemistry student-teachers and environmental chemistry majors from the Institute of Chemistry at the University of São Paulo. Two groups were considered: students enrolled in the second and in the eighth semesters of their respective courses, in order to investigate changes over time. The Theory of Social Representations was adopted as the theoretical reference for this study. The methodology included the technique of free evocation of words, as well as the writing of a text. Results were analyzed considering the frequency and the word evocation mean order, to define the central core and the peripheral elements of the social representation for each group of students. Analysis units were identified in the texts and were used to construct cognitive maps. The association between the most evocated words and individual cognitive maps resulted in a collective conceptual map for each group. Freshmen students from both investigated majors presented a naturalist view of the environment, and a conception of environmental education that can be described as "about the environment", in which it would be enough to provide people with information and facts related to the environment to address environmental problems. A preservationist view of the environment was also dominant in both groups, and the need to enhance awareness of people towards environmental issues is specially emphasized by the student-teachers. On the other hand, environmental chemistry majors lay emphasis on the relation between environmental chemistry and research on pollution treatment, and the remediation view is prevalent. The differences between social representations verified in both groups can be partially related to the roles as regard to environmental chemistry within the different professions. Students in the eighth semesters of their respective courses still present strong influence from a preservationist view of the environment. A positive aspect that can be stressed is the rising of ideas related to Green Chemistry in both groups. Representations of freshmen students show a central core founded upon the ideas of pollution, environment, recycling and preservation. The social representation for the group of advanced students rests on the very same ideas. This means that these ideas can be considered as part of the central core of the representation and are maintained during the courses. However, it was possible to notice the incorporation of the peripheral idea associated to Green Chemistry during the undergraduate courses. This can be considered as a result of a growth on technical knowledge which is incorporated to the flexible peripheral elements of the social representations
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-12-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.