• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.81.2016.tde-28062016-095732
Documento
Autor
Nombre completo
Solange Wagner Locatelli
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Arroio, Agnaldo (Presidente)
Bueno Filho, Marco Antonio
Ceridorio, Lucinéia Ferreira
Cintra, Elaine Pavini
Fernandez, Carmen
Título en portugués
Relação existente entre metavisualização e as representações simbólica e submicro na elaboração de atividade em química
Palabras clave en portugués
Eletroquímica
Ensino de química
Estratégia metavisual
Metacognição
Níveis representacionais
Resumen en portugués
O objetivo desse trabalho foi compreender em que medida uma estratégia metavisual, utilizada em sala de aula, pode ajudar na construção e reconstrução de ideias, especificamente numa atividade introdutória de eletroquímica e quais os fatores envolvidos nesse processo. Para isso, foi desenvolvida uma atividade para o estudo inicial de duas interações eletroquímicas, envolvendo ferro e soluções de sulfato de cobre (II) e ácido sulfúrico. Foi utilizada uma metodologia qualitativa, envolvendo 32 estudantes do 3.o ano do ensino médio de uma mesma escola, idades entre 16 e 18 anos, em que foram feitos os registros audiovisuais dos alunos realizando a atividade e as falas transcritas para análise. Além disso, eles responderam a um questionário para se pesquisar por indícios nas habilidades metavisuais em 1D e 2D e, por último, uma entrevista semiestruturada. Duas categorias foram elaboradas com o objetivo de se classificar as hipóteses propostas para posterior comparação, uma para o nível simbólico e a outra para o submicro, possibilitando a observação de possíveis evoluções e dificuldades encontradas. Com relação às habilidades metavisuais, também foram necessárias três categorias para compor a análise. Os resultados indicam que a estratégia metavisual mostrou-se eficiente para a construção e reconstrução de conceitos associados à eletroquímica, na medida em que as concepções alternativas e dificuldades, comuns nessa área, puderam ser discutidas e modificadas. Houve evolução das hipóteses dos alunos, com intensa modelagem de conceitos, propiciada pela comparação de imagens (metavisualização), tanto no nível simbólico quanto no submicro. Foi observado que os estudantes demonstraram maior dificuldade ao elaborar as hipóteses do submicro, possivelmente por esse nível ter mais detalhes, maior aprofundamento de conceitos, ser mais abstrato e, portanto, não ser natural para os estudantes. Adicionalmente, o tempo de aprendizagem e de modelagem revelou-se diferente para os grupos, o que sugere aos professores considerarem isso no processo ensino-aprendizagem. Finalmente, os resultados parecem apontar também que as habilidades metavisuais e as conexões entre os níveis representacionais podem estar associados a melhores aprendizados e que, muitas vezes, é necessária a utilização de diversas representações e de um tempo maior para que os alunos consigam evoluir. Vale ressaltar que o assunto ainda é pouco pesquisado, se comparado a outros temas e, sendo assim, recomendam-se mais pesquisas sobre as estratégias metacognitivas no ensino de ciências e de química, em que as suas contribuições, no aprendizado dos alunos, possam ser mais investigadas.
Título en inglés
Relationship between metavisualization and symbolic and submicro representations in the elaboration of an activity in chemistry
Palabras clave en inglés
Chemistry Teaching
Electrochemistry
Metacognition
Metavisual Strategy
Representational levels
Resumen en inglés
The purpose of this study was to understand the extent to which metavisual strategy used in the classroom can help in the construction and reconstruction of ideas, specifically an introductory activity in electrochemistry and the factors involved in this process. For this purpose, an activity was developed for the initial study of two electrochemical interactions involving iron and copper sulfate and sulfuric acid solutions. A qualitative methodology was employed, involving 32 students of the 3rd year of high school from the same school, aged 16 to 18, where audiovisual student records were made performing the activity and the speeches transcribed for analysis. In addition, they answered a questionnaire to search for clues in metavisual skills in 1D and 2D and, finally, a semi-structured interview was made. Two categories were prepared for the purpose of classifying the hypotheses proposed for comparison, one for the symbolic level and the other for submicro level, enabling to observe possible changes and difficulties. Regarding metavisual skills three categories were also needed to compose the analysis. The results indicate that metavisual strategy proved efficient for the construction and reconstruction concepts related to electrochemistry, in that alternative conceptions and difficulties common in this field, could be discussed and modified. There was a significant evolution of the hypotheses proposed by students, with intense modeling concepts, fostered by comparing images (metavisualization) both at the symbolic as in the submicro level. It was observed that the students showed greater difficulty in preparing the hypotheses of submicro level, possibly because this level has more details, deeper understanding of concepts, is more abstract and therefore it will not be natural for students. Furthermore, the learning time and modeling proved to be different for the groups, suggesting teachers should consider it within the teaching-learning process. Finally, the results also seem to indicate that metavisual skills and the connections between the representational levels may be associated with better learning and it often becomes necessary to use different representations and more time in order for students to be able to evolve. It is noteworthy that the subject is still poorly researched, compared to other topics and, therefore, it is recommended more research on metacognitive strategies in teaching science and chemistry, in which their contributions to student learning, may be more investigated.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-07-04
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.