• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.81.2020.tde-17062020-132159
Documento
Autor
Nome completo
Hector Barros Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Silva, Rosana Louro Ferreira (Presidente)
Braga, Elizabeth dos Santos
Reigota, Marcos Antonio dos Santos
Título em português
A prática colaborativa como meio para a educação ambiental para a biodiversidade: memória e formação de educadores
Palavras-chave em português
Aprendizagem social
Biodiversidade
Educação Ambiental Crítica Colaborativa
Formação de educadores
Memória
Resumo em português
A biodiversidade é reconhecida como um termo polissêmico, que contempla aspectos biológicos, econômicos, culturais, sociais e políticos, com grande potencial para atividades colaborativas em Educação Ambiental, sendo um conceito central, por sua natureza interdisciplinar, ao integrar conhecimentos, e permitir a compreensão de fenômenos, processos naturais e dos contextos ambientais envolvidos. Assim, se faz necessária a elaboração de práticas voltadas para a biodiversidade na formação de professores de diferentes disciplinas, já que sua imensidão de significados faz com que seja necessária a reflexão para inseri-la e torná- la significativa dentro do contexto escolar. Inserida neste contexto, está a prática colaborativa, atrelada a abordagem da aprendizagem social (A. S.), que envolve práticas coletivas para a resolução e tomada de decisões sobre problemas sociais, especialmente aqueles vivenciados na escola. Esta pesquisa, de cunho qualitativo, visa analisar produções de professoras (es) de uma escola de rede pública estadual, localizada na cidade de Sorocaba (SP) a partir da temática biodiversidade, investigando as concepções e experiências sobre a E. A. e biodiversidade das (os) educadoras (es) construídas em um contexto de processo formativo, envolvendo práticas colaborativas que incluem metodologias como o Café compartilha, memória coletiva por meio de narrativas e Mapeamento socioambiental. Também é escopo desta pesquisa uma análise documental do Programa Municipal de Educação Ambiental de Sorocaba, com o intuito de estabelecer um diálogo entre as concepções de E. A. das (os) docentes e as políticas municipais. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo e triangulação, estabelecendo discussões acerca da concepção de E.A. das (os) participantes e as memórias de experiências com Educação Ambiental em suas trajetórias de vida. Neste processo, a memória é entendida como um cenário reflexivo e construção do presente atrelada às lembranças e recordações passadas das (os) educadoras (es). Os resultados indicam uma concepção de Educação Ambiental que se aproxima da dimensão crítica mas que se mescla com outras tendências, compondo os diálogos. Os dados ainda evidenciaram que as práticas colaborativas permitiram problematizar a realidade a partir das narrativas dos sujeitos, sendo a memória coletiva, uma possibilidade de formação para compreender o contexto local.
Título em inglês
Collaborative practice as a means for environmental education for biodiversity: memory and training of educators
Palavras-chave em inglês
Biodiversity
Collaborative Critical Environmental Education
Memory
Social learning
Teachers formation
Resumo em inglês
Biodiversity is recognized as a polysemic term that includes biological, economic, cultural, social and political aspects, with great potential for collaborative practices in Environmental Education, being a central concept, by it's interdisciplinary nature, to integrate knowledge, and to enable understanding phenomena, natural processes and the environmental contexts involved. Thus, it is necessary to elaborate practices aimed at biodiversity in the training of teachers of different disciplines, since its immensity of meanings makes it necessary to reflect to insert it and make it meaningful within the school context. Inserted in this context, is the collaborative practice, linked to the approach of Social Learning (S. L.), which involves collective practices for solving and making decisions about social problems, especially those experienced at school. This qualitative research aims to analyze the elaboration of collaborative practices of teachers of a state public school, located in the city of Sorocaba (SP) from the biodiversity theme, investigating the conceptions and experiences of the educator. It is also the scope of this research a documentary analysis of the Sorocaba Environmental Education Program, to establish a dialogue between the conceptions of E.E. of the teachers and the municipal policies. The initial data, which include records of meetings with educators, were submitted to content analysis, to the present moment discussions have been held on the conception of E.E. of the participants and the memories of experiences with environmental education in their life trajectories, in this process, memory is understood as a reflective scenario and construction of the present linked to the past and educator's recordation. The results selected an approach to Environmental Education that approaches the critical dimension, but which blend with other trends that make up the dialogues. The data still evidenced by the collaborative practices allowed to problematize the reality from the narrative of the individual's life as a possibility of formation from the collective memory for the comprehension of local context.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-06-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.