• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.81.2020.tde-17062020-152004
Documento
Autor
Nombre completo
Suellen Claudia de Barros
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Bizerra, Alessandra Fernandes (Presidente)
Cerqueira, Bruno Rafael Santos de
Lamas, Adriana Pugliese Netto
Título en portugués
Conservação da biodiversidade em materiais educativos e comunicacionais produzidos por zoológicos e aquários
Palabras clave en portugués
Conservação da biodiversidade
espaços de educação não formal
materiais comunicacionais
materiais didáticos
Resumen en portugués
São significantes as mudanças que ocorreram nos papéis sociais de zoológicos e aquários, bem como sobre a forma de se ver essas instituições nos últimos séculos. Atualmente, esses espaços têm papéis mais propositivos, almejando a conservação da biodiversidade, a educação, o lazer e a pesquisa científica. Entre as ações recorrentes destas instituições, está a produção de materiais educativos voltados para a conservação da biodiversidade. Nesse contexto, o presente trabalho busca compreender as escolhas realizadas pelos setores educativos de zoológicos e aquários nacionais e internacionais, no que tange às concepções de conservação da biodiversidade apresentadas nos seus materiais educativos e comunicacionais. A metodologia adotada é de cunho qualitativo e buscou identificar e analisar os zoológicos e aquários nacionais e internacionais que produzem materiais como ebook, manuais, cartilhas, jogos e kits educativos. Posteriormente, foi utilizada a abordagem de Bardin para análise de conteúdo, com a categorização em dimensões relacionadas à conservação da biodiversidade. As instituições escolhidas são destaques em atividades de conservação no Brasil (08) e no mundo (03). São elas: Aquário Marinho do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, RJ), Fundação Parque Zoológico de São Paulo (São Paulo, SP), Jardim Zoológico de Brasília (Brasília, DF), Museu Paraense Emílio Goeldi (Belém, PA), Parque das Aves (Foz do Iguaçu, PR), Parque Zoobotânico Arruda Câmara (João Pessoa, PB), Zoológico Municipal de Bauru (Bauru, SP), Zoológico de Sorocaba (Sorocaba, SP), Fundación Temaikèn Bioparque (Buenos Aires, Argentina), Oceanário de Lisboa (Lisboa, Portugal) e San Diego Zoo (San Diego, Califórnia, EUA). Foram coletados 314 materiais educativos e comunicacionais e 48 materiais foram analisados. Foi possível constatar que os materiais eletrônicos, em sua maioria cartilhas, são os que mais abordam a temática da conservação da biodiversidade. No geral, as concepções de conservação da biodiversidade mais frequentes nos materiais envolveram a ênfase no mecanismo de ação "educação", na vocalidade científico-naturalística, com um viés finalista preservacionista. A partir dessa análise, é possível afirmar que os materiais educativos e comunicacionais investigados podem auxiliar na educação e divulgação da conservação da biodiversidade, conferindo aos zoológicos e aquários mais um espaço social relevante. Entretanto, faz-se necessário que alguns materiais estabeleçam conexões mais claras e fortalecidas entre temas ambientais e sociais. Por fim, é importante mencionar que, embora crescente, ainda são poucas as pesquisas voltadas para os materiais educativos e comunicacionais produzidos pelos espaços de Educação Não Formal, sendo evidente a necessidade de mais pesquisas na área.
Título en inglés
Conservation of biodiversity in educational and communication materials produced by zoos and aquariums
Palabras clave en inglés
Biodiversity conservation
communicational materials
non formal education spaces,teaching materials
Resumen en inglés
Significant changes have occurred in the social roles of zoos and aquariums, particularly in the way these institutions are being viewed in recent times. Currently, these spaces have more purposeful roles, aiming at the conservation of biodiversity, education, leisure and scientific research. Among the recurrent actions of these institutions, is the production of educational materials, aimed at the conservation of biodiversity. In this context, the present work seeks to understand the choices made by the educational sectors of national and international zoos and aquariums regarding the concepts of biodiversity conservation presented in their educational and communication materials. The methodology adopted is of a qualitative nature which seeks to identify and analyze national and international zoos and aquariums that produce materials such as ebooks, manuals, booklets, games and educational kits. Subsequently, Bardin's approach to content analysis was used with categorization in dimensions related to biodiversity conservation. The chosen institutions are highlights in conservation activities in Brazil (08), and in the world (03). They are: Rio de Janeiro Marine Aquarium (Rio de Janeiro, RJ), São Paulo Zoological Park Foundation (São Paulo, SP), Brasília Zoo (Brasília, DF), Museu Paraense Emílio Goeldi (Belém, PA), Parque das Aves (Foz do Iguaçu, PR), Zoobotanical Park Arruda Câmara (João Pessoa, PB), Municipal Zoo of Bauru (Bauru, SP), Zoo of Sorocaba (Sorocaba, SP), Fundación Temaikèn Bioparque (Buenos Aires, Argentina), Lisbon Oceanarium (Lisbon, Portugal) and San Diego Zoo (San Diego, California, USA). 314 educational and communication materials were collected and analyzed 48. It was found that electronic materials, mostly booklets, are the ones that address the theme of biodiversity conservation the most. In general, the most frequent concepts of biodiversity conservation in materials involved the emphasis on the "education" mechanism of action, on scientific-naturalistic vocation, with a finalist preservationist bias. From this analysis, it is possible to affirm that the educational and communicational materials investigated can assist in the education and dissemination of biodiversity conservation. This would give zoos and aquariums another relevant social space. However, it is necessary that some materials establish clearer and stronger connections between environmental and social issues. Finally, it is important to mention that, although growing, there is still little research on educational and communication materials produced by non formal education spaces, and the need for more research in the area is evident.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-06-23
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.