• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.81.2020.tde-17062020-165124
Documento
Autor
Nombre completo
Bianca Hipolito de Oliveira
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Bizerra, Alessandra Fernandes (Presidente)
Rocha, Jéssica Norberto
Soares, Ozias de Jesus
Título en portugués
Participação social em museus de ciências: um diálogo em construção
Palabras clave en portugués
Engajamento
Inclusão social
Museus de Ciências
Participação social
Resumen en portugués
O termo participação é amplamente conhecido e utilizado e possui uma vasta rede de significados em diferentes contextos. Além disso, a discussão sobre participação em museus se relaciona com a questão da inclusão social e do engajamento. Diante do que foi exposto, o objetivo desta pesquisa é compreender o atual papel dos museus de ciências brasileiros no que se refere à participação social em ciência e tecnologia. Assim, as ações educativas desenvolvidas nesses espaços que possuem objetivos explícitos de promover a participação social e as significações e sentidos atribuídos ao conceito de participação social por educadores e educadoras museais foram investigadas à luz da abordagem histórico-cultural que tem sua origem dos pensamentos de Vigotski. Tal abordagem permite uma compreensão mais aprofundada dos processos de construção de significados pessoais e sociais em sua totalidade, incluindo suas contradições e negociação de sentidos e do processo construção de conceitos. Na primeira etapa da pesquisa, foi realizado um levantamento com o objetivo de identificar as ações consideradas participativas desenvolvidas nos museus cadastrados na Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciências (ABCMC) por meio de um questionário. Junto ao levantamento descrito, foi realizada uma revisão bibliográfica. Foram retiradas dos textos resultantes da revisão: as descrições de ações consideradas pelos autores participativas ou inclusivas e as concepções apresentadas pelos autores a respeito dos termos estudados. As unidades de análise provenientes da pesquisa bibliográfica foram colocadas em diálogo com as percepções apresentadas nas respostas dadas pelos profissionais ao questionário inicial. A partir do esforço de negociar e articular as percepções dos educadores a respeito das práticas desenvolvidas em suas instituições e as concepções teóricas estudadas, reconhecemos alguns elementos que consideramos como formadores do conceito de participação social em museus de ciências: "acesso", "identidade e diversidade", "cocriação e autoria", "interação e diálogo" e "exercício de cidadania". A partir dos elementos propostos, um segundo questionário foi elaborado e destinado aos educadores dos museus. Suas respostas aprofundaram, reforçaram e/ou alteraram as descrições desses elementos. Como resultado, reconhecemos limitações, mas também diferentes pontos de entrada para a participação social nessas instituições e compreendemos que os elementos formadores do conceito de participação social podem contribuir para a discussão e elaboração de significações e práticas museais que dialoguem com as comunidades, que fortaleçam a participação e o engajamento dos diferentes públicos em ciências e que tenham potencial para a transformação da realidade social e dos próprios museus.
Título en inglés
Social participation in science museums: a dialogue under construction
Palabras clave en inglés
Engagement
Science Museums
Social inclusion
Social participation
Resumen en inglés
The term participation is widely known and used and has a vast network of meanings in different contexts. In addition, the discussion on participation in museums is related to the issue of social inclusion and engagement. The objective of this research is to understand the current role of Brazilian science museums with regard to social participation in science and technology. Thus, the educational actions developed in these spaces that have explicit objectives of promoting social participation and the meanings attributed to the concept of social participation by museal educators were investigated in the light of the historical-cultural approach that has its origin in Vigostski's thoughts. This approach allows for a deeper understanding of the processes of construction of personal and social meanings in their entirety, including their contradictions and negotiation of meanings and the concept-building process. In the first stage of the research, a survey was carried out with the objective of identifying the participatory actions developed in museums registered with the Brazilian Association of Science Centers and Museums (ABCMC) through a questionnaire. Along with the survey described, a bibliographic review was carried out. The following texts were taken from the texts resulting from the review: the descriptions of actions considered by the participative or inclusive authors and the conceptions presented by the authors regarding the terms studied. The analysis units from the bibliographic research were placed in dialogue with the perceptions presented in the answers given by the professionals to the initial questionnaire. Based on the effort to negotiate and articulate educators' perceptions about the practices developed in their institutions and the theoretical concepts studied, we recognize some elements that we consider as forming the concept of social participation in science museums: "access", "identity and diversity","co-creation and authorship"," interaction and dialogue" and "exercise of citizenship". Based on the proposed elements, a second questionnaire was prepared and aimed at museum educators. Their responses reinforced and / or changed the descriptions of these elements. As a result, we recognize limitations, but also different entry points for social participation in these institutions and we understand that the elements that form the concept of social participation can contribute to the discussion and elaboration of meanings and museal practices that dialogue with communities, that strengthen the participation and engagement of different audiences in science and which have the potential to transform social reality and the museums themselves.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-06-23
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.